Mais de 30 boxes foram montados na Praça de Alimentação do Akimatsuri para receber os cerca de 80 mil visitantes esperados para os quatro dias do festival japonês, que começa já neste fim de semana (9 e 10) e segue no próximo, dias 16 e 17 de abril.

Uma das novidades gastronômicas do festival para este ano é uma iguaria típica de Portugal, o Pastel de Belém.

Quem traz o doce para o evento é A Quinta do Olivardo, tradicional RESTAURANTE DE GASTRONOMIA PORTUGUESA COM CASAS EM SÃO ROQUE E NA CAPITAL, com um detalhe que faz toda a diferença: é o “melhor Pastel de Belém do Estado de São Paulo”. O prato foi eleito em concurso realizado pela Secretaria Estadual de Turismo.

Além de saboroso, o pastel de Belém do Olivardo, como é conhecido, é uma atração à parte. Isso porque tradicionalmente, a cada fornada de novos pastéis, é tocado um sino e clientes e funcionários batem palmas. O costume será realizado no Akimatsuri.

 

Três mil toneladas de macarrão

Depois de dois anos sem festividade por causa da pandemia, a expectativa do Bunkyo de Mogi das Cruzes, organizador do evento, é grande em relação a participação do público no evento.

“Alimentação é sempre um dos pontos fortes do Akimatsuri porque temos pratos variados japoneses, preparados com muita fatura, e também outras opções de alimentos para quem não aprecia a culinária oriental”, destaca Frank Tuda, presidente do Bunkyo de Mogi das Cruzes e coordenador do evento.

De acordo com ele, nas últimas edições do festival foram consumidos 3 mil toneladas de macarrão cozido, e a meta é manter essa mesma quantidade. “Estamos preparados para recebermos de volta o nosso público”.

3