Um dos períodos mais especiais na vida de uma mulher, também requer atenção e cuidados especiais!

Dessa maneira, na gestação, existe a preocupação com o bebê, dos agentes cosméticos e medicamentosos interferirem no seu desenvolvimento e também com as mamães, relacionadas as transformações que ocorrem em seu corpo e ação dos diversos hormônios envolvidos, interferirem no equilíbrio da sua pele.

Alterações da pigmentação da pele são comuns, caracterizadas pelo escurecimento de mucosas e o surgimento de manchas. Por esse motivo, os cuidados com o Sol devem ser redobrados, evitando a exposição solar intensa e mantendo o uso do filtro solar, assim como de acessórios de proteção contra a radiação ultravioleta.

A hidratação também merece atenção durante todo o período da gravidez. Muitas vezes, a pele tende a ficar mais sensível e desidratada, além de sofrer com a distensão em regiões como abdômen, mamas e quadris, o que pode levar ao surgimento de estrias. Dessa maneira, manter o consumo adequado de água (o que também é fundamental para saúde do bebê!), tomar banhos rápidos, com sabonetes neutros e em pouca quantidade, usar óleos corporais e loções hidrantes, são práticas que devem ser adotadas pelas mamães. A única área que deve ser evitada a hidratação são os mamilos, pois os mesmos devem ser preparados para a amamentação, realizando massagem leve em banho com esponjinhas adequadas, para que a pele vá se fortalecendo.

Para evitar a flacidez, que surge após o parto, a atenção deverá estar no ganho de peso (o esperado e aconselhado, varia dos 9 aos 12 quilos), durante a gestação. Por isso, aconselha- se: realizar uma dieta adequada e exercícios físicos leves e regulares, assim como, associar drenagem linfática especifica para gestantes, pela retenção hídrica, que muitas vezes pode ser intensa nessa fase.

Uma outra dúvida comum está relacionada a quais produtos podem ser utilizados nessa época, o que é facilmente esclarecido em uma consulta dermatológica inicial, pois existem sim, muitos produtos que poderão ser empregados e beneficiar as futuras mamães em cada caso! Contudo, sempre olhar a descrição dos mesmos antes do uso, pois existem sim muitos agentes que estão contra indicados, como: ácido salicílico, hidroquinona, retióides, entre outros.

A imunidade também sofre mudanças, assim a gestante poderá ter uma maior predisposição a infecções, como por fungos, levando ao surgimento de micoses na pele e unhas, assim como por vírus, como verrugas e herpes, que também possuem tratamentos específicos para essa época.

Com tantas preocupações e mudanças, a boa notícia vem para os cabelos e unhas, já que os elevados níveis de hormônios femininos, durante esse período, os favorecem, permanecendo apenas o alerta aos tratamentos como: colorações, alisamento e o emprego de outros agentes químicos, que na maioria das vezes estão contra indicados, devendo ser realizados apenas com liberação médica.

Parece muitos detalhes não é mesmo? Mas saiba que, só em dermatologia, seria possível falar muito ainda, sobre essa fase tão preciosa. Ser mãe é mesmo uma entrega, uma mudança total de vida, pelo outro, para que venha uma nova vida, pela continuidade da vida!
Parabéns mamães ❤️

 

Dra Ana Carolina Antunes

dermatologista