Em Mogi das Cruzes, o uso de máscaras passou a ser obrigatório no transporte coletivo municipal, a partir deste domingo (3/5), como forma de proteção contra a disseminação do coronavírus e combate à pandemia de Covid-19.

 

O decreto com a determinação diz, ainda, que é obrigatoriedade a utilização de máscaras por funcionários e clientes de agências bancárias, casas lotéricas e unidades dos Correios. Estes estabelecimentos vêm apresentando grandes filas nos últimos dias, inclusive com aglomeração de pessoas.

 

Nos ônibus, o uso das máscaras será obrigatório para todos os passageiros e para os motoristas, enquanto o veículo estiver operando. Quem estiver sem a utilização do equipamento de proteção não poderá embarcar no ônibus. Já se algum passageiro for flagrado sem a máscara, será orientado a descer do veículo.

 

A utilização de máscaras é recomendada pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para diminuir as chances de contágio da população pelo coronavírus. De acordo com os especialistas, as máscaras devem cobrir o nariz e a boca para ter eficácia e diminuir a chance de contaminação. Também é fundamental que sejam obedecidas as normas de higiene pessoal e com as máscaras. O decreto autoriza a utilização de máscaras caseiras, feitas manualmente, como as de pano que vem sendo usadas pela população.

 

FORMA DE USO

– É recomendável que cada pessoa tenha cinco máscaras de uso individual

– Antes de colocar a máscara no rosto, deve-se:

  1. assegurar que a máscara esteja em condições de uso (limpa e sem rupturas). fazer a adequada higienização da mão com água e sabonete ou com preparação alcoólica a 70%;
  2.  tomar cuidado para não tocar na máscara, se tocar a máscara, deve executar imediatamente a higiene das mãos;
  3. cobrir totalmente a boca e nariz, sem deixar espaços nas laterais;
  4. manter o conforto e espaço para a respiração;
  5. evitar uso de batom ou outra maquiagem ou base durante o uso da máscara.

ADVERTÊNCIAS

– Não utilizar a máscara por longo tempo (máximo de 3 horas);

– Trocar após esse período e sempre que tiver úmida, com sujeira aparente, danificada ou se
houver dificuldade para respirar;

– Higienizar as mãos com água e sabonete ou preparação alcoólica a 70% ao chegar em casa;

– Retire a máscara e coloque para lavar;

– Repita os procedimentos de higienização das mãos após a retirada da máscara;

– Não compartilhe a sua máscara, ainda que ela esteja lavada.

 

Fonte: Ministério da Saúde