Foi-se o tempo em que os aparelhos ortodônticos eram vistos apenas como acessórios que melhoravam a estética do sorriso. Hoje, como as pessoas têm mais informações sobre prevenção e tratamentos odontológicos, a ortodontia entrou na lista das especialidades importantes para a garantir a saúde bucal.

 

Uma mordida sem encaixe e desalinhada pode acarretar problemas muito além de estéticos no futuro. “O desenvolvimento oral inadequado pode acarretar no surgimento de vários problemas, como respiratórios, digestivos e neurológicos. Alguns podem até se tornarem crônicas se não tratados previamente”, alerta a ortodontista Cristiane Nagao.

 

De acordo com ela, é na infância a melhor fase para realizar a primeira avaliação e caso necessário, já iniciar a intervenção ortodôntica. “Esse período é o ideal porque é quando tudo está se formando na criança e conseguimos corrigir e tratar antes que avancem e causem problemas de saúde mais sérios na adolescência e/ou na fase adulta”.

 

Ela explica que atualmente existem vários tipos de modelos de aparelhos ortodônticos, com tecnologias e aparências estéticas diferentes “Aparelhos removíveis, ortopédicos, fixo metálico, fixo estético, os alinhadores transparentes, assim como diversas técnicas como os convencionais (de borrachinha), autoligados e com alinhadores transparentes”, frisa Cristiane Nagao.

 

Alinhadores transparentes são a nova tendência

 

A ortodontista conta que, diferente de antigamente em que as crianças gostavam de exibir o sorriso metálico, hoje estão optando por aparelhos mais estéticos, confortáveis e mais precisos. “Mais de 90% dos atendimentos da clínica são de pacientes que querem os alinhadores transparentes da Invisalign, por exemplo, que são uma evolução do aparelho convencional pois não causam incômodo e dor, são mais higiênicos, respondem mais rápido ao tratamento proposto e são mais precisos em relação ao tempo necessário de tratamento, que é uma dúvida recorrente dos pais, além de ter quase nenhuma emergência que possa machucar a criança, resultando em menos idas ao consultório” explica a especialista.

 

Discretos, os alinhadores transparentes acabaram virando até uma tendência entre adultos. “Muitas pessoas que não tiveram a oportunidade de usar aparelho quando criança, se sentem mais confiantes para iniciarem o tratamento com Invisalign, por exemplo, por questões estéticas, porque não se sentem bem com os aparelhos convencionais”, ressalta a Cristiane Nagao.

 

5