Em um mundo com demandas cada vez maiores, é necessário entendermos que o tempo é finito e que a nossa energia precisa ser renovada. No entanto, principalmente neste cenário de pandemia que ainda estamos vivendo, o medo e a incerteza que enfrentamos são assustadores.

Nunca foi tão importante encontrar maneiras de gerenciar ativamente o estresse e a ansiedade e manter um equilíbrio saudável entre trabalho e vida pessoal, mas pequenas ações, quando somadas, podem ajudar a prevenir o esgotamento para nós e nossas equipes.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define o burnout como uma síndrome resultante do estresse crônico no local de trabalho que não foi administrado com sucesso. Existem três características comuns entre quem está lidando com essa condição: sensação de esgotamento ou exaustão de energia, aumento da distância mental do trabalho ou sentimentos de negativismo relacionados ao trabalho e eficácia profissional reduzida.

Neste cenário, empresas em todo o mundo estão explorando novas maneiras de cuidar de seus funcionários. Muitos colaboradores começaram a voltar ao  trabalho presencial e a se deslocar para o escritório, tornando-se especialmente importante para os seus gestores entender que existem desafios únicos e um risco maior de burnout para muitos, conforme fazemos essa transição. Aqui estão cinco dicas úteis para prevenir o esgotamento e renovar suas energias:

1. Identifique as poucas prioridades críticas nas quais se concentrar

O excesso de comprometimento é muitas vezes um resultado direto de não dizer “não” ou de não criar e manter limites saudáveis. Dizer “sim” quando você pode e “não” ou “agora não” quando necessário ajudará a priorizar o que é mais importante de fato.

A priorização é um desafio e uma das coisas que nossa empresa aprendeu com essa pandemia. Na Intuit, por exemplo, à medida em que explorávamos maneiras de melhorar a experiência dos nossos colaboradores, aprendemos com o que estávamos ouvindo de nossa equipe e determinamos o que causaria mais impacto.

Essa abordagem às vezes mudou nossas prioridades de curto prazo, ao mesmo tempo em que nos permitiu manter o controle com as poucas prioridades críticas de longo prazo. Ao priorizar, lembre-se de que a resposta nem sempre precisa ser sim ou não. Acredito naquele velho ditado que diz: “Se tudo é urgente, nada é urgente”. Em vez disso, ajude a fornecer contexto e seja transparente em suas decisões para que a equipe acompanhe a jornada.

2. Crie e proteja o tempo de foco

Avalie para onde vai seu tempo e energia no seu dia e use técnicas como bloqueio de agenda para ajudar a criar um foco intencional ao longo do expediente. Quanto mais dividimos nossa atenção entre as tarefas, mais energia usamos e menos eficientes nos tornamos.

Segundo o neurologista Jean-Philippe Lachaux, autor de diversos livros sobre o tema e pesquisador do Laboratório de Pesquisas Cognitivas do Inserm (Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica da França), o cérebro leva 25% mais tempo para completar tarefas quando alternamos nossa atenção entre várias tarefas diferentes. E, quando repetido por um longo período, esse processo de alternar de uma tarefa para outra sem focar e terminar nenhuma nos deixa ineficientes e exaustos.

Conforme analisamos nossos próprios dados, descobrimos que menos de um quarto de nossos desenvolvedores teve um bloqueio de agenda de 4 horas ou mais de tempo ininterrupto para codificar por dia. Aproveitando os dados e feedback de nossos engenheiros, nossa organização de tecnologia introduziu uma iniciativa de não marcar reuniões à tarde para que todos os funcionários do ecossistema de tecnologia tivessem um período  de tempo dedicado apenas a se concentrarem em trabalhos importantes. Vimos progresso no aumento do tempo ininterrupto, mas temos mais trabalho a fazer. Continuamos a explorar maneiras em toda a empresa para incentivar a redução de reuniões, bem como ferramentas assíncronas que podem ajudar as equipes a colaborar, protegendo o tempo de foco.

3. Faça pausas diárias de “recuperação”

Seja trabalhando on-line ou presencialmente, tente fazer pausas a cada 90 minutos de trabalho intenso. As pessoas podem recuperar uma grande quantidade de energia em um curto espaço de tempo se o intervalo envolver fazer algo que lhe permita realmente se desligar do trabalho. Os exemplos incluem fazer uma curta caminhada ou mesmo praticar alguns momentos dedicados à atenção plena, como meditação.

Sempre fui o tipo de pessoa que está constantemente pensando sobre o que vem a seguir e o que está na minha lista de tarefas, e como faço para cumprir o máximo possível de obrigações. Por isso, me permitir  fazer uma caminhada de 30 minutos no meio do dia foi difícil. Eu via isso como um luxo, mas agora penso nisso como algo necessário para minha concentração e bem-estar.

4. Tire uma folga

Dados da OMS sugerem que o hábito de trabalhar durante longos períodos de tempo sem pausas contribui diretamente para o burnout. O tempo livre pode dar a você a chance de relaxar e encontrar algo que goste, mesmo que você nunca saia de casa.

Os últimos dois anos nos mostraram que nunca foi tão importante focar em nosso bem-estar e tirar um tempo do trabalho para restaurar nossa energia de forma significativa. Depois de entrar em contato com incontáveis funcionários, gerentes e líderes, criamos os “Dias de Recarga”, período de folga coletiva e remunerada coordenada em toda a empresa para permitir que todos tenham a chance de se desligar do trabalho, descansar e recarregar as baterias.

5. Priorize sua saúde mental

Com tantas prioridades conflitantes, concentrar-se na sua saúde mental às vezes pode ser algo que fica em segundo plano, mas lembre-se de que é importante cuidar de si mesmo. Todos devem priorizar o tempo para descomprimir e desconectar do trabalho.

Ao priorizar o trabalho mais importante, criando um tempo de foco dedicado, reconhecendo suas necessidades individuais e pedindo ajuda, além de fazer pausas e tirar folgas, você estará construindo hábitos saudáveis que evitam o esgotamento.

Na Intuit, nos preocupamos profundamente com a saúde de nossos funcionários para que os membros de nossa equipe em todo o mundo possam fazer o melhor trabalho de suas vidas. Isso inclui oferecer benefícios e recursos para apoiar a saúde e o bem-estar de nossos funcionários e também de suas famílias.