Uma pesquisa do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), realizada em sete países, revela que 51% da população sentiu os efeitos negativos da crise sanitária na saúde mental.

Nesse cenário, alguns hábitos simples, como cuidar da alimentação e ter uma boa noite de sono, podem ser incorporados à rotina a fim de melhorar a sensação de bem-estar. Renata Nayara Figueiredo, médica psiquiatra e presidente da Associação Psiquiátrica de Brasília, a APBr, elenca 12 ações que podem contribuir para a saúde mental. Confira:

  • Tenha uma boa noite de sono;
  • Mantenha uma dieta saudável;
  • Pratique atividades físicas;
  • Tome sol;
  • Gerencie problemas e estresse;
  • Faça algo que te deixe feliz;
  • Estabeleça conexões com outras pessoas;
  • Pratique o bem;
  • Se necessário, peça ajuda;
  • Evite beber e fumar;
  • Pratique meditação;
  • Aceite o que não pode mudar.

A importância da atividade física

Você provavelmente já ouviu que praticar exercícios é benéfico para a mente. Mas você sabe por quê? Roberto Rosa da Silva, personal trainer da Evolve Gymbox, explica: “A atividade física libera endorfina no cérebro, ajudando a relaxar os músculos, aliviar tensões no corpo e sintomas de estresse. Percebe-se, então, que a prática regular de exercícios corrobora para um corpo e mente melhores. Eles estão intimamente ligados: se o corpo se sente bem, assim também a mente estará”.

O especialista acrescenta que atividades físicas melhoram a concentração, o humor, a motivação e a memória e, por isso, são importantes no tratamento de doenças como o Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). “Alguns estudos realizados em Harvard, no Massachusetts General Hospital, concluíram que a prática de atividades físicas de forma regular também ajuda a prevenir a depressão”, destaca.

2