Serráqueos, o primeiro longa produzido com recursos da Lei de Incentivo à Cultura de Mogi das Cruzes (LIC), foi escolhido para participar do 8º Festival de Cinema de Caruaru, em Pernambuco, que ocorrerá entre os dias 15 e 30 de março.

Como medida de prevenção ao Covid-19, a mostra, que já está em sua oitava edição, ocorrerá virtualmente. Para conhecer à programação e assistir às exibições, basta acessar https://festivaldecaruaru.com.br/

O longa-metragem, primeiro produzido com recursos da Lei de Incentivo à Cultura de Mogi das Cruzes (LIC), mostra o impacto da serra – que conta com 5,2 mil hectares de fauna, flora e mananciais exuberantes – na vida de seus moradores, que utilizam seus recursos de forma sustentável, preservando as espécies endêmicas ameaçadas de extinção, como o sagui-da-serra-escuro (Callithrix aurita) e o bicudinho-do-brejo (Formicivora paludicola).

Serráqueos também narra a história de moradores que encontraram na Serra do Itapeti um refúgio para se reconectar à natureza, de gerações de famílias que lutam para preservar suas características e, também, de personagens emblemáticas como Dona Albertina e Paulinho do Alambique, falecidos durante a produção do documentário.

O documentário aborda, ainda, a ótica de pesquisadores, ativistas e outros especialistas que estudam a serra e colaboram com a elaboração de políticas públicas de preservação, como os professores Maria Santina, Eliseu Piacentin, Ricardo Sartorello e Marcos Grangeiro e Jefferson Leite.

Escolas da rede estadual receberão cópias de Serráqueos

Ao todo, 30 escolas da Redes Estadual de Ensino localizadas na região do Alto Tietê receberão cópias do documentário Serráqueos.

A ação, que ocorrerá ao longo do mês de março, é fruto de uma parceria com o Núcleo Pedagógico da Diretoria de Ensino a Rede Estadual de Educação, visa ampliar o conhecimento dos estudantes sobre a Serra do Itapeti e conscientizá-los sobre a importância da preservação das espécies endêmicas ameaçadas de extinção.

As cópias farão parte do acervo permanente das instituições de ensino escolhidas pelo órgão público.

Serráqueos

O longa-metragem, dirigido pelo cineasta mogiano Rodrigo Campos começou a ser filmado em agosto de 2019. A ideia da produção, no entanto, surgiu em 2015. “Li uma reportagem que falava sobre os moradores da Serra e o quanto eles se demonstravam apaixonados pelo lugar onde vivem. Comecei então a pesquisar mais sobre esse patrimônio natural da cidade e descobri coisas fascinantes como a variedade de espécies abrigadas, a zona de amortecimento e outros aspectos. Em 2018, a Serra tornou-se uma Área de Proteção Ambiental (APA), mas mesmo com toda legislação, a região ainda sofre com problemas com relação a sua preservação. A ideia é mostrar esses olhares – dos moradores e das pessoas que acabam usufruindo da natureza de alguma forma e contar um pouco da história dessas pessoas, do ponto de vista delas em relação à Serra”, explicou. O termo “Serráqueos” foi cunhado pelo fotógrafo Jorge Beraldo, que registrou as imagens da reportagem à época.

Contrapartida

Serráqueos é a primeira produção cinematográfica a ser financiada com recursos da Lei de Incentivo à Cultura de Mogi das Cruzes (LIC). A produção recebeu patrocínio da JSL, CS Brasil, Colégio Santa Mônica, Província Carmelitana de Santo Elias, Veran Supermercados, Colégio Gutenberg, Quasar Transporte e Logística e apoio de BTA Comunicação e Thor Drones. O filme deve ser exibido em sessões abertas ao público em Mogi e região, além de escola e eventualmente festivais de cinema. O projeto também prevê a realização de oficina cultural de Produção para Documentário em escola ou centro cultural de Mogi das Cruzes.

O longa tem direção e roteiro de Rodrigo Campos, assistência de direção de Jamile Santana, produção de Renata Abreu, direção de fotografia de Lethicia Galo, assistência de fotografia de Geraldo Arcanjo, Alex Salti e Adriano Lourijola, filmagem aérea com drone de Thiago Secomandi e Orlando Junior, imagens adicionais de Marcelo Cardoso, som e mixagem de Alandson Silva, trilha sonora supervisionada pelo maestro Allan Caetano, montagem de Denilson Nakajima, colorização / finalização de Leonardo Scavone, logagem de Rogerio de Freitas, efeito visual Felipe Paixão e Diana Santos.

8º Festival de Cinema de Caruaru

Data: 15 a 30 de março

Programação e exibição: https://festivaldecaruaru.com.br/

1