O prefeito Marcus Melo decretou, nesta terça-feira (9/6), luto oficial de três dias em virtude da morte do ex-prefeito e também fundador e chanceler da Universidade de Mogi das Cruzes, Manoel Bezerra de Melo, o Padre Melo. Ele faleceu esta manhã, aos 94 anos, vítima de insuficiência cardíaca, num hospital de Fortaleza, cidade onde vivia nos últimos anos. A Bandeira do Município está hasteada a meio mastro.

Eleito vice de Francisco Ribeiro Nogueira nas eleições municipais de 1992, assumiu a Prefeitura após a morte do titular, em maio de 1994. Realizou obras importantes como o Ginásio Municipal de Esportes Professor Hugo Ramos e iniciou a construção da Passagem Subterrânea Engenheiro Osvaldo Crespo de Abreu.

“Com profundo pesar, recebo a notícia da passagem do Padre Melo ao plano espiritual. Homem inteligentíssimo, devotado ao bem-estar coletivo e de atuação acertada no poder público, ele deixa um legado de trabalho nas diferentes áreas do conhecimento humano, que enriquece Mogi das Cruzes e todos aqueles que tiveram o privilégio de conviver com ele”, afirma o prefeito Marcus Melo.

“A educação teve atenção especial do Padre Melo, que emprestou seu talento e dedicação para tantos avanços em prol dos mogianos e também dos estudantes da renomada Universidade de Mogi das Cruzes. Registro meu sentimento de eterna gratidão pelo tanto que fez pela Cidade”, destaca o prefeito.

“Aos familiares e amigos, apresento as condolências e peço a Deus que conforte seus corações com a certeza da acolhida na Casa Celestial”, concluiu.