O prefeito Caio Cunha e a vice-prefeita Priscila Yamagami Kähler anunciaram nesta quarta-feira (06/01), no auditório da Prefeitura, os nomes da secretária municipal do Verde e Meio Ambiente, Michele de Sá Vieira; do diretor-geral do Semae, Marcelo Vendramini; e do secretário-adjunto de Esportes e Lazer, Reinaldo Barreiros – que será o secretário interino da pasta até o anúncio do titular. Com o anúncio de Michele, o primeiro escalão da nova Administração passa a ter sete mulheres: a vice-prefeita Priscila Yamagami e as secretárias Kellen Chacon (Cultura), Camila Souza (Serviços Urbanos), Flávia Goulart (Gestão), Leila Alcântara Galvão (Obras), Cristiane Ayres (Transportes) e Rose Tonete (Educação).

“Os nomes foram escolhidos por critério técnico e de competência. Escolhemos muito bem os secretários. O Marcelo, a Michele e o Reinaldo são de alto nível, assim como todos os outros”, destacou o prefeito.

Michele Vieira afirmou que é uma grande satisfação assumir a secretaria: “Meu compromisso com a pasta será intenso, pois a minha formação e a minha qualificação se direcionam à temática ambiental. O que eu imagino para a secretaria é o aprofundamento, a ampliação e a qualificação das políticas voltadas para os recursos naturais. Ou seja, a intenção é trabalhar na produção dos espaços urbano e rural, considerando os recursos naturais, de forma a conservá-los e valorizá-los”, afirmou.

Michele é arquiteta formada pela PUC de Campinas. É doutora pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, dentro da área de concentração Paisagem e Ambiente, com período sanduíche na California Polytechnic State University (2019), e mestra pela USP, na área de concentração Paisagem e Ambiente (2012). Também é professora convidada da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) desde 2019 e da Universidade de Mogi das Cruzes desde 2004. Foi Secretária de Meio Ambiente (2009) e Diretora de Saneamento e Gestão Ambiental (2007) da Prefeitura de Suzano. Também atuou como chefe da divisão de Projetos Especiais da Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade da Prefeitura Municipal de São José dos Campos/SP (2016).

Semae

Engenheiro químico formado pela Universidade de Mogi das Cruzes, com pós-graduação em Gestão Ambiental na Universidade de São Paulo, Marcelo Vendramini é mogiano e tem experiência de mais de 20 anos na indústria química, incluindo um período de três anos na Itália. O engenheiro também já teve passagem pela autarquia: de janeiro de 2017 a junho de 2018, foi diretor do Departamento de Operações do Sistema de Água do Semae.

Marcelo Vendramini assume a autarquia que tem grande relevância para a cidade. Com 54 anos de atuação, o Semae é considerado um patrimônio de Mogi das Cruzes, de importância vital nos programas de medicina preventiva: fornecimento de água tratada, coleta e tratamento de esgoto.

“O Marcelo já atuou no Semae. Assim como fizemos na educação, estamos fazendo também na autarquia: precisamos de um perfil técnico, que coloque o Semae em outro patamar. Temos a máxima confiança no trabalho dele”, disse Caio Cunha.

O novo diretor-geral agradeceu a oportunidade e disse que assumir o comando do Semae é muito mais que um cargo. “É uma missão. Prover o saneamento básico para Mogi é de uma grandiosidade absoluta. Já trabalhei no Semae na área de operações. Foi uma grande experiência, em que pude conhecer o processo de captação, tratamento e distribuição de água. Conheço o tamanho do desafio.”

Esporte e Lazer

O novo secretário adjunto de Esporte e Lazer é o gestor esportivo e ex-atleta de handebol Reinaldo Barreiros. Ele também responderá pela pasta até a nomeação do secretário.

Reinaldo tem 43 anos e foi um dos fundadores da equipe de handebol de Mogi das Cruzes, em 2002, e representou a cidade em competições oficiais até 2017. Neste período, o time mogiano chegou a 12 finais consecutivas nos Jogos Abertos e foi heptacampeão na competição. Na cidade, ele também coordenou o projeto Mãos na Bola, de incentivo à prática do handebol e iniciação esportiva. Ele atuou em várias empresas do setor privado e na Secretaria de Esportes da Cidade de São Paulo, onde era diretor-chefe de assessoria técnica no Departamento de Gestão de Esporte e Alto Rendimento e Centro Olímpico.

“Temos o viés do esporte como ferramenta para inclusão, cidadania e o desporto. Vamos trabalhar para que todos os mogianos estejam engajados com o esporte, fazer com que as pessoas se apaixonem por estar nas praças de esporte e criar uma cultura esportiva que se enraize no coração das pessoas”, afirmou Reinaldo, que também lembrou os benefícios da prática de atividades esportivas para a saúde, o bem estar e a qualidade de vida da população.