José Dumont

Começam nesta sexta-feira (4) as exibições do projeto Mimese: Cineclube da Comunicação Social da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). O filme “O Homem que Virou Suco” abre a programação que ocorrerá duas vezes por mês, sempre às sextas-feiras, às 14 horas, no Auditório do Centro Cultural. A entrada é gratuita e aberta à comunidade.

Com curadoria do professor Guillermo Gumucio, o projeto Mimese tem o objetivo de discutir temas de cunho social, como política e economia. Após a projeção do filme, será realizado um debate com o público.

Para a coordenadora dos cursos de Comunicação Social da UMC, Agnes Arruda, a linguagem do cinema é uma importante ferramenta que complementa os conteúdos aplicados em sala de aula. “O recurso audiovisual facilita o debate de temas sociais. Além disso, com este projeto, a UMC abre mais um espaço para a população dedicado à cultura e à informação”, contou a professora.

Filme

“O Homem que Virou Suco” é uma premiada produção brasileira de 1911, com direção de João Batista de Andrade. Conta a história de Deraldo (José Dumont), um poeta popular recém-chegado do Nordeste a São Paulo, que sobrevive de suas poesias e folhetos. Ele é confundido com o operário de uma multinacional que matou o patrão durante a festa em que recebia o título de operário símbolo. Deraldo, então, recorre ao verdadeiro assassino, a única pessoa que pode provar sua inocência. Confira, abaixo, a programação dos filmes que serão exibidos neste semestre.