161116-orquestra-int

Orquestra Sinfônica Jovem de Mogi das Cruzes faz uma apresentação nesta sexta-feira (18), no Theatro Vasques, com peças de Beethoven, Handel e Mozart. Será uma noite permeada pela música erudita, em que deve brilhar a maturidade do grupo, que é o mais avançado do projeto Orquestra Sinfônica de Mogi das Cruzes. O concerto tem início às 20 horas e a entrada é franca.

O programa tem início com a abertura de uma das óperas mais conhecidas do austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, “A Flauta Mágica”. Composta no final do século XVIII, ela carrega em si os conceitos de liberdade, igualdade e fraternidade, que permearam a Revolução Francesa.

Na sequência, o Quinteto de Metais da Orquestra Jovem apresenta uma adaptação da “Suíte Aquática”, do compositor Georg Friedrich Handel, obra do início do século XVIII, encomendada pelo rei Jorge I, e executado originalmente por 50 músicos, sobre uma barca que navegava o rio Tâmisa, enquanto o monarca a apreciava, ao lado de seus amigos mais próximos.

Para fechar a noite, a Orquestra Jovem executa uma das peças eruditas mais conhecidas da humanidade: a 5ª Sinfonia de Beethoven, também denominada como a “Sinfonia do Destino”. “É uma peça que só um grupo maduro musicalmente consegue executar com qualidade, mas que tem uma belíssima aceitação pelo público”, destaca o maestro e diretor artístico do projeto, Lélis Gerson.