Um grupo de alunos da EM Coronel Almeida, no Centro, foi o primeiro da rede municipal de ensino a conhecer o Museu Virtual da Educação, uma parceria entre as secretarias de Educação e Cultura e Turismo. O museu foi reaberto na sexta-feira (3) e as visitas poderão ser agendadas a partir desta quarta-feira (8).

As crianças aprovaram a experiência “Achei bem interessante. Explica bastante coisa para cidade. Gostei das explicações sobre o mundo e como se formou a cidade”, disse a aluna Pietra Ortiz Tolosa, do 5º Ano. Estudante do mesmo ano, Rita do Nascimento acredita que os outros alunos vão gostar. “Acho que eles podem não gostar no começo por ser um museu, mas vão gostar. É muito legal”, disse.

Os agendamentos serão abertos a partir desta quarta-feira (8), das 9 às 16 horas, pelo telefone (11) 4798-6900.

O MUVE foi inaugurado em junho do ano passado, porém, em função da pandemia, não foi possível receber o público. Ele é dotado de recursos de última geração, por meio dos quais o público tem a oportunidade de conhecer a trajetória da cidade, a partir de temas como desenvolvimento, meio ambiente, manifestações culturais, história e personalidades.

A vice-prefeita, Priscila Yamagami Kähler, destacou a integração entre as secretarias. “É um espaço que tem a integração da Educação e Cultura. O grande charme do nosso trabalho é o amor que a gente tá vendo das pessoas pelos projetos da cidade. É uma construção mesmo. É importante valorizar o passado porque a partir disso valorizamos também nosso presente e futuro”, disse.

A história do Casarão, que foi restaurado a partir de um convênio firmado entre a Administração Municipal e o Fundo Estadual de Defesa dos Interesses Difusos (FID) da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania, foi contada pela secretária de Cultura, Kelen Chacon. “O casarão foi construído para ser uma residência e também foi uma hospedaria para professores. E não por acaso, o MUVE é um espaço que educará tanto os professores como os alunos da nova geração construindo a identidade da cidade”, contou.

O secretário de Educação, André Stábile, também destacou a importância do MUVE como um espaço educativo. “Todos os espaços da cidade são espaços de aprendizagem. Vamos transformar Mogi inteira em uma cidade educativa”, disse.

 

9