Dio
Diógenes Chiaradia

 O TEM (Teatro Experimental Mogiano) volta à cena depois de comemorar, no ano passado, seus 50 anos de existência. O grupo vai fazer nesta terça-feira (24), às 19 horas, a primeira leitura do projeto TEM Leitura Dramática criado para dar oportunidade aos autores teatrais da região demostrarem seus textos a atores, diretores e público em geral, incentivando montagens e testando a aceitação de possíveis plateias.

A primeira peça a ser apresentada será O Dia de David, de Diógenes Chiaradia (foto), com elenco formado por Lauro Juk, Rodrigo Prestes e Elaine Velasco.

A leitura dramática será feita no Casarão do Carmo (rua José Bonifácio 516- Centro de Mogi) na terça-feira, às 19h, complementada por um bate papo entre diretor, atores e público presente. A entrada é gratuita. A segunda leitura do projeto será no próximo dia 7 de junho.

Escrita há dois anos, ela foca os relacionamentos de uma família com pai dominador e religioso que se relaciona com uma cunhada menor de idade o que gera conflitos extremos com um de seus filhos.

Diógenes Chiaradia, é autor reconhecido e premiado. Um de seus sucessos foi a peça Ai Meu Paraitinga, um monólogo que venceu o Fitei (Festival Internacional de |Teatro de Expressão Ibérica), da cidade do Porto, em Portugal, com o grupo Raízes, de São José dos Campos, onde Chiaradia mora atualmente. O monólogo também foi apresentado pelo conhecido ator Adilson Barros, morto em 1997, em temporada paulistana dirigido pelo próprio Chiaradia, um professor de longa carreira técnica no Senai SP.

Mais informações podem ser obtidas nos celulares 99837 1737 (Amair) ou 98395 4902 (Rodrigo Prestes).