Réplica do navio Kasato Maru foi danificada com a ventania
 

A réplica do navio Kasato Maru – um dos símbolos do Parque Centenário da Imigração Japonesa – será desmontada após sofrer danos causados por uma forte ventania, no sábado (16). A estrutura foi interditada e toda a estrutura está isolada com cavaletes e fitas de advertência. Funcionários da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos iniciarão a desmontagem esta semana e um novo projeto para o espaço será desenvolvido.

Nesta segunda-feira (18), os secretários municipais Romildo Campello (Verde e Meio Ambiente) e Nilmar de Cássia Ferreira (Serviços Urbanos) conversaram sobre o caso. A desmontagem da estrutura será feita com cuidado, pois boa parte do material existente na estrutura – como madeira, canos e metal – pode ser reaproveitada para outras situações. Até mesmo pelo tamanho da réplica, será preciso utilizar um caminhão, um trator e pessoal especializado, como marceneiros.
“É uma estrutura de grande porte e vamos desmontá-la de forma que o material retirado possa ser usado em outras ações cotidianas da secretaria. Nada será desperdiçado ou perdido. Já começamos a mobilizar uma equipe de funcionários e veículos de grande porte para fazer este trabalho”, destacou Nilmar. Romildo explicou que vai elaborar, em conjunto com a Secretaria Municipal de Planejamento, um projeto para a reconstrução do Kasato Maru. O secretário do Verde e Meio Ambiente explica que a réplica do navio faz parte da simbologia do parque e será recuperado.

Inaugurada em 2008, como parte do Parque Centenário, a réplica do Kasato Maru chegou a reunir fotos antigas das primeiras famílias japonesas que chegaram a Mogi das Cruzes. O material, porém, foi transferido do interior da estrutura para o Museu a Imigração Japonesa, que também fica no parque e possui melhores condições de iluminação. Como monumento, o Kasato Maru era contemplado pelos visitantes – muitos tiravam fotos no local.