As baixas temperaturas registradas nos últimos dias têm impactado de maneira negativa alguns produtores agrícolas de Mogi das Cruzes, em especial de hortaliças, que perderam praticamente toda a plantação na última geada, contabilizando um grande prejuízo.

 

A situação é um pouco mais complicada para os pequenos agricultores que já vinham sentindo os reflexos econômicos provocados pela pandemia e, agora, ainda mais com essa mudança climática. Em solidariedade a eles, foi lançada a campanha “Hora de apoiar quem nos alimenta” que visa arrecadação de dinheiro para mitigar os custos com insumos agrícolas, como por exemplo, com as sementes.

 

A doação, de qualquer valor, deve ser feita por Pix com a chave geada@facaumbemincrivel.com. A iniciativa é do projeto “Faça Um Bem Incrível” coordenado por Simone Silotti, conhecida por realizar projetos que apoiam a agricultura de pequeno porte da região do Alto Tietê, em parceria com o Bunkyo de Mogi das Cruzes e Agro do Bem, um coletivo de mulheres ligadas à atividade agrícola que ajuda pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade  social.

 

Segundo o presidente do Bunkyo, Frank Tuda, a Associação estava estudando como poderia ajudar esses produtores, quando foi procurada por Simone. “O apoio veio em excelente hora porque é um momento em que precisamos de união para ajudar os produtores que precisam. Com a experiência dela em fazer esse tipo de captação, temos a certeza de que a campanha será um sucesso e conseguiremos ajudar quem precisa”, frisa Tuda.

 

Para a Simone, a ação é mais uma oportunidade para se solidarizar com os pequenos produtores que, no dia a dia, já enfrentam diversas dificuldades para continuarem com seus negócios. “Mudança climática, altos custos para produção, concorrência e logística são fatores que impactam diariamente a vida de centenas de produtores da nossa cidade, e essa campanha que estamos lançando também servirá para sensibilizar as pessoas sobre essa situação”, diz.

 

Levantamento

Simone explica que a Secretaria de Agricultura de Mogi das Cruzes e demais entidades ligadas à atividade agrícola da região ainda estão levantando quantidade de produtores que foram atingidos com a geada. “Enquanto a pasta trabalha nesses dados, vamos nos antecipando, contando com a solidariedade das pessoas para captarmos os recursos que serão usados para mitigar os custos dos insumos agrícolas”, reforça.

 

Prestação de contas

Quem doar para a “Hora de apoiar quem nos alimenta” poderá acompanhar a prestação de contas, que será publicada periodicamente no perfil do instagram das entidades promotoras da campanha: @sinomesilotti, @bunkyo.mogi e @agro_dobem.

“É uma ação transparente e coletiva, queremos que todos vejam como a sua doação estará ajudando diversas famílias rurais de Mogi das Cruzes”, ressalta Frank Tuda.

 

SERVIÇO:

Campanha “Hora de apoiar quem nos alimenta”

Objetivo: Ajudar pequenos produtores rurais de Mogi das Cruzes que perderam suas plantações na última geada

Como: Transferência Pix com a chave geada@facaumbemincrivel.com

Realização: Bunkyo de Mogi das Cruzes, Faça Um Bem Incrível  e Agro do Bem