Com o propósito de envolver e impactar positivamente a comunidade, o Festival Semear leva para Jundiapeba muita música, danças populares, circo, teatro infantil, cinema, oficinas mão na massa, feira de culinária e artesanato, entre outras atrações, nos dias 8 e 9 de fevereiro, das 10 às 18  horas, no Cempre Professora Lourdes Lopes Romeiro Iannuzzi, com entrada gratuita.

 

Um dos principais pilares do Semear é a sustentabilidade, que visa reunir elementos para o desenvolvimento social, cultural e ambiental de onde atua. O projeto está presente na região de Jundiapeba desde outubro de 2019, realizando oficinas de Educação Ambiental, Gastronomia, Design, Pintura e Estêncil, todas gratuitas para a comunidade.

 

Agora, reunindo artistas independentes, empreendedores regionais e movimentando a cultura local, o Festival Semear convida os moradores para fazer parte do evento durante dois dias repletos de atividades e atrações para toda a família, a fim de democratizar o acesso à arte e a cultura regional, difundindo princípios da sustentabilidade e o conhecimento coletivo.

 

“O Festival Semear é um projeto de valorização e resgate da cultura popular, democratização da arte e dos conceitos de sustentabilidade para o público. Nosso objetivo é fazer da cultura um instrumento de transformação social”, explica Fabiana Maugé, responsável pelo projeto.

 

As atrações culturais do sábado (8/2) terão início com a contação de histórias “Sertão, Poesia e Verso”, com performances lúdicas de artistas nordestinos; na sequência, a Congada de Santa Efigênia, de Mogi das Cruzes vai promover por meio do bailado e tambores, um cortejo com a participação de cerca de 40 ritmistas; no início da tarde, o Duo Clássico de Rua realiza uma apresentação que mescla música instrumental com músicas populares, em um repertório especialmente elaborado para o Festival Semear; o Grupo Jabaticaqui encerra a programação do sábado, com muita dança e conhecimento popular.

 

No domingo (9/2), o grupo Poesia Elevada, apresenta seu espetáculo “Um Mundo Verde”, com artistas polivalentes que tocam, cantam e brincam em cima de pernas de pau; o Grupo Los Xerebas exibe a intervenção “Jardins Encantados”, com atividades lúdicas sobre o meio ambiente; a Congada do Divino de Mogi das Cruzes, realiza um cortejo celebrando a Festa do Divino – principal festa de cultura popular da cidade; o Forró in Concert, traz um grande baile com músicas brasileiras e nordestinas; e o encerramento fica por conta da Quadrilha Asa Branca e seus 40 dançarinos exibindo toda a riqueza das festas populares de junho no Brasil.

 

A programação ainda contempla oficinas mão na massa ligadas a preservação do meio ambiente, cinema, feira de artesanato e culinária.

 

Viabilizado com recursos privados obtidos por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto conta com patrocínio da ISA CTEEP, uma das principais empresas de transmissão de energia elétrica do país. Por meio da lei de incentivo à cultura, a empresa atua em regiões onde possui empreendimentos com o intuito de gerar novas oportunidades às comunidades, visando o desenvolvimento local.

 

O projeto ainda tem apoio da Prefeitura de Mogi das Cruzes, realização da FGM Produções, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania, Governo Federal.

 

 

Serviço Festival Semear:

  • data – 8 e 9 de fevereiro, das 10h às 18h;
  • local – Cempre Professora Lourdes Lopes Romeiro Iannuzzi;
  • endereço –  R. Benedicto dos Santos, 930 – Jundiapeba / Mogi das Cruzes – SP
    ENTRADA GRATUITA/ CLASSIFICAÇÃO LIVRE