Em dois anos, mesmo sem ter a tradicional quermesse, os festeiros da Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes 2020/2021 arrecadaram R$ 326.745,94 mil e tiveram uma despesa final de R$ 240.956,61; o valor da diferença de R$ 85.789,33 foi distribuído entre 12 entidades que não pararam suas atividades durante a pandemia, e que mais precisam nesse momento. Os dados foram apresentados na manhã deste sábado (24), na Associação Pró-Festa do Divino, no Mogilar.

 

Nesse período, estiveram à frente da Festa do Divino os festeiros Mauro de Assis Margarido, o Maurinho, e Cícera Alecxandra de Oliveira Margarido e os capitães de mastro Maurimar Batalha e Roberta Fadoni Batalha, que, ao lado da Diocese de Mogi das Cruzes e da Associação Pró-Festa do Divino, fizeram a prestação de contas da festividade. O tema foi: “Divino Espírito Santo, fortalecei-nos na caridade e conduzi-nos à santidade”.

 

“Apesar de todas as restrições, a nossa receita foi boa, levando em consideração todo esse cenário de pandemia. Fizemos essa arrecadação de junho de 2019 a maio de 2021, por meio de ações como eventos e bingos que conseguimos promover antes da pandemia. Tivemos o Livro de Ouro, por meio do qual empresas e pessoas físicas fizeram a sua doação para a festa e ofertório de padrinhos das missas da novena e no próprio Império. Tivemos uma despesa alta, pois foram feitos investimentos diferentes por causa de toda a restrição que estamos vivendo. O Império ocorreu no sistema drive-thru e demandou segurança 24 horas. Outro investimento foi a contratação de dois artistas que viriam para a festa de 2020, mas que já ficaram contratados para a próxima edição”, destaca o ex-festeiro Maurinho. Outra forma de arrecadação de verba foi a Ação entre Amigos, que teve como prêmios um carro (Fiat Mobi) e uma moto zero quilômetros, uma televisão, um notebook e um celular.

Ele explica, ainda, como foi feita a escolha das 12 instituições que receberam o repasse de R$ 7.110 mil (cada uma). Elas estavam presentes na reunião. “Nós chegamos a essas organizações exatamente por elas não terem paralisado as suas ações mesmo neste momento de pandemia, e isso desde março de 2020 até agora. E o momento é delicado e sabemos quanto elas precisam”, ressalta Maurinho.

E neste ano, os festeiros e capitães de mastro promoveram a Carreata Solidária, por meio da qual foram arrecadadas 9 toneladas de alimentos não-perecíveis, repassados a mais de 30 instituições sociais da cidade, incluindo igrejas evangélicas. Também teve a doação de 12 mil unidades de máscaras de proteção e a arrecadação de 1 tonelada de produtos de higiene e álcool líquido e em gel, igualmente entregues às instituições.  

 

Estiveram presentes na reunião o bispo diocesano, Dom Pedro Luiz Stringhini, o padre João Paulo da Silva, os capitães de mastro da Festa do Divino 2022, Eduardo Ferreira Rego e Milena da Costa Freire Rego, e o presidente da Pró-Divino, José Carlos Nunes Júnior.

 

 

As 12 instituições beneficiadas

 

Comunidade Missionária Nossa Senhora Rosa Mística

Associação Madre Esperança de Jesus

Fraternidade Casa de Assis

Instituto Pró + Vida São Sebastião 

Seminário Diocesano de Mogi das Cruzes 

Núcleo Aprendiz do Futuro

Cáritas Diocesana

Associação Beneficente Onde Moras (Abomoras)

Associação de Pais e Amigos dos Portadores de Fissuras Lábio Palatais (APAFI) de Mogi das Cruzes

Associação de Renais Crônicos do Alto Tietê (Arcat)

Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Mogi das Cruzes

Associação de Moradores da Vila Nova União