A partir desta segunda-feira (22/3), Mogi das Cruzes entra na Fase Crítica, mais restritiva do que a Fase Emergencial do Plano São Paulo. A decisão foi tomada em função do agravamento da situação pandêmica e, principalmente, por causa das taxas de ocupação de leitos da cidade – no caso dos leitos de UTI, a ocupação está em 100% há mais de oito dias.

 

A Fase Crítica traz novas restrições referentes à circulação de pessoas, ao funcionamento de serviços essenciais, à realização de drive-thrus e à utilização de espaços públicos. As novas medidas serão mantidas pelo período mínimo de 10 dias e a situação seguirá sendo monitorada diariamente.

 

O grande diferencial da Fase Crítica é a restrição da circulação das pessoas nas ruas, que antes acontecia no período compreendido entre as 20h e 5h, em todos os dias da semana. Agora essa restrição se estenderá por 24 horas e só será permitida a circulação de pessoas que comprovem estar realizando atividade essencial, como ir ao supermercado, farmácia, trabalho ou unidade de saúde. A decisão se estende a praças e pistas de caminhada, tendo em vista que também há registros de aglomerações geradas nesse tipo de espaço.

 

Outra mudança é com relação à operação de drive-thrus, que só será permitida para atividades essenciais, como o setor de farmácia e alimentação. Para os demais, os drive-thrus não poderão mais ser mais realizados.

 

PODE FUNCIONAR NA FASE CRÍTICA:

Saúde: Hospitais, clínicas, farmácias, óticas, lavanderias, serviços de limpeza e estabelecimentos de saúde animal;
Alimentação: Supermercados, mercados e congêneres, padarias, mercado municipal e feiras livres;
Serviços de abastecimento mantidos: Postos de gasolina, serviços logísticos de insumos, agropecuária, agroindústria, oficinas de veículos automotores e estabelecimentos de peças e acessórios para veículos automotores;
Transporte público: segue funcionando com reforço nos ônibus da cidade;
Delivery e drive-thru permitido para: estabelecimentos de alimentação e lojas de materiais de construção; demais atividades somente delivery.
Restrição de circulação 24h: a recomendação é que apenas pessoas com justificativa saiam de casa, para trabalhar, ir ao médico, mercado e atividades de urgência.