Denise Steiner, coordenadora do Serviço de Dermatologia da UMC

 

O Serviço de Dermatologia da Universidade de Mogi das Cruzes, coordenado pela dermatologista doutora Denise Steiner, realiza neste sábado (2), na Policlínica da UMC, um mutirão de atendimento gratuito à população em alusão do Dezembro Laranja com o objetivo de prevenir o câncer de pele.

Trata-se de um evento anual, promovido pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), que tem por objetivo detectar casos da doença e proporcionar aos pacientes informações e acesso a serviços de saúde especializados.

Para participar, os interessados deverão comparecer na Policlínica, das 9 às 15 horas, e apresentar um documento de identidade. Os pacientes serão atendidos por ordem de chegada, em sistema de triagem. Passarão por consulta médica e serão orientados sobre o diagnóstico. Os casos suspeitos de câncer de pele serão selecionados para o tratamento na UMC.

Segundo os organizadores, no ano passado, durante a mesma ação, foram encontrados cerca de 10% dos atendimentos de casos suspeitos.

“É importante lembrar que quem possui pintas que mudaram de cor, lesões que não cicatrizam e permanecem sempre inflamadas, histórico pessoal ou familiar de câncer de pele ou alguma outra dúvida ou suspeita pode nos procurar durante a campanha”, explicou a doutora Denise Steiner, dermatologista e coordenadora do Serviço de Dermatologia da UMC.

A ação se refere ao Dezembro Laranja, mês de combate ao câncer da pele, o mais incidente no Brasil, com 176 mil novos casos ao ano. É o mais frequente no Brasil e corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no País. “Por isso, a campanha visa disseminar o maior volume possível de informações sobre acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, contribuindo para a redução dos casos da doença”, ressaltou o dermatologista e professor André Pessanha, que também faz parte da campanha.

Tipos

Existem três tipos de câncer de pele, o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. Os dois primeiros são causados exclusivamente pelo sol e normalmente são um pouco menos agressivos. Já o melanoma pode causar metástase, que é a disseminação para outros órgãos, e levar o paciente à morte. “O diagnóstico precoce de todos eles é muito importante”, contou a doutora Denise.

“É essencial reforçar a importância de usar o protetor solar todos os dias nas áreas da pele que ficam expostas ao sol e à luz, inclusive em ambientes fechados e independentemente da estação. A prevenção ao câncer da pele deve ser diária, é uma atitude de responsabilidade”, afirma a dermatologista.

Serviço

Campanha de prevenção do Câncer de Pele

Dia 2 de dezembro (sábado)

Horário: das 9 às 15 horas

Local: Policlínica da UMC (rua Dom Antonio Cândido Alvarenga, 170 – Mogi das Cruzes)

Mais informações: 4728-5383