seda dentro 1802

Independentemente da estação e das tendências de moda, roupas de seda são sempre elegantes e dão um ar refinado a qualquer look. Consideradas coringas para incrementar o visual, são atemporais e podem ser guardadas por anos sem perder a contemporaneidade.

Pensando nisto, Kátia Spinola, sócia da e-commerce Le Marché Chic, marca de roupas femininas com vendas exclusivamente on-line, desenvolveu três passos para a conservação de roupas que contenham a fibra natural.

“Com a seda, a mulher se sente leve e bonita, além de muito confortável, palavra chave para o dia a dia”, conta Kátia.

1 – armazene-as em recipientes que respiram. Plástico jamais, uma vez que potencializa o amarelamento, prende a umidade e pode até causar bolor. Prefira materiais porosos, como uma capa feita de algodão. Não se esqueça dos chips de cedro ou bolinhas antitraças para manter os bichinhos bem longe.

2 – mantenha-as em ambiente fresco. Se o seu guarda-roupas estiver próximo a uma parede em que o sol bate diretamente, trate de mudar de posição: o calor que emana pode ser prejudicial às suas roupas de tecidos delicados. Além disto, fibras de seda enfraquecem ao serem expostas excessivamente ao calor. Se precisar passar após a lavagem, certifique-se de que o tecido ainda está úmido, selecione a opção “seda” no ferro e apenas passe o avesso.

3 – lave a sua seda à mão. É a melhor maneira de cuidar deste tecido. Lavar a seco pode ser arriscado, caso a lavanderia não entenda sobre os cuidados adequados com a roupa. Opte por detergentes para roupas delicadas e utilize uma pequena quantidade, nunca torcendo ou esfregando. Se não houver outra forma e você necessitar lavar à maquina, coloque sua peça delicada em uma sacola de malha e nunca use a opção centrifugar, que pode deixar marcas irreversíveis. Usar a secadora está proibido, pois o atrito pode danificar a peça.