João Bosco Camargo de Sousa e Waldir Fernandes da Costa

A Chapa 2 “Ouvir o sócio pra fazer melhor” venceu a eleição para comandar o Clube de Campo de Mogi das Cruzes, a partir de janeiro de 2022. A votação foi realizada na tarde de quinta-feira (14), às 17 horas, no Salão Social “Wilson Cury”, das e se estendeu até às 22 horas. A apuração terminou por volta de meia-noite e meia.

Assumem a presidência, o advogado João Bosco Camargo de Sousa, e a vice-presidência, Waldir Fernandes da Costa, em janeiro de 2022, para um mandato de dois anos.

A nova diretoria é composta, ainda, por Wagner Vieira de Queiroz e Sydney Francisco de Mello, que responderão pelo setor administrativo, e Roberto Tadeu Felício e Marcos Roberto Regueiro, pelo departamento financeiro.

A Chapa 2 venceu por 460 votos contra 245 destinados para a Chapa 1 “Avança Mais”, que tinha o engenheiro Júlio César Brito Maldonado e Jorge Henrique Miranda, encabeçando a disputa pela presidência e vice-presidência. Além disso, 10 votos foram em branco  e não houve votos nulos.

 

Também foram eleitos os novos integrantes do Conselho Deliberativo, que, já tomou posse para o novo biênio (2021-2023), na noite desta quinta-feira (14). Na presidência, está Mário Macedo Prado, e na vice-presidência, Marcelo Oliveira Lima, o Marcelinho.

 

Com aproximadamente nove mil associados, o Clube de Campo de Mogi das Cruzes é referência no Alto Tietê em esporte, lazer e socialização. A fundação ocorreu há 64 anos, completados em 6 de agosto de 2021.

 

Mário Macedo Prado e Marcelo Oliveira Lima, o Marcelinho
22