autoliderança dentro 1612

“Nas empresas, a autoliderança aparece associada às obrigações, prazos e objetivos que assumimos. De fato, qualquer um que assume um cargo de liderança, antes de mais nada, deve assumir sua autoliderança.” A citação é de Maurício Louzada, um dos palestrantes mais renomados do Brasil, autor do livro “Pra Valer”, inspirado na palestra que já foi vista por mais de 500 mil pessoas. Na obra, ele enumera três razões fundamentais para que todos desenvolvam a autoliderança que, segundo diz, está até mesmo nas escolhas mais simples:

1.    O líder é quem corre mais risco em uma equipe

“(…) o líder é quem vai na frente, observando o terreno, advertindo sua equipe sobre possíveis obstáculos, determinando a rota e criando um traçado seguro para os demais. Mas ele também é o que corre mais riscos quando algo não dá certo. Por isso, a autoliderança é de extrema importância: ela dará a tranquilidade necessária para tomar as decisões corretas nos momentos mais difíceis.”

2.    O líder jamais permite que sua equipe se desestimule

“Por mais difícil e árduo que seja um caminho ou uma tarefa, o líder tem a obrigação de estimular sua equipe a acreditar e a continuar, mostrando que juntos todos podem atingir grandes metas. Entretanto, isso não pode ser feito de maneira falsa ou artificial. O líder precisa acreditar e superar suas crenças limitantes antes de estimular sua equipe. Ele deve usar sua autoliderança para se convencer que é possível, e que o esforço vale a pena. Caso contrário, não conseguirá convencer ninguém, pois só podemos difundir aquilo em que realmente acreditamos.”

3.    O líder acredita em si, independentemente do que as pessoas possam dizer

“(…) Ao longo da nossa jornada, sempre encontraremos pessoas tentando nos convencer a fazer coisas e mudar de atitudes em favor de suas necessidades. Nestas horas, precisamos colocar nossa autoliderança em prática, e, sem deixar de avaliar novas possibilidades, ter força e coragem para cumprir o plano que traçamos.”