Acordo na segunda-feira, dia 21 de maio, ansioso, é claro, faz parte da minha personalidade…rs… de olho na Feijoada do Willy 2018 que vai ocorrer no próximo sábado no restaurante Mirante do Paraíba, mas feliz com os resultados obtidos até agora. Este ano a Feijoada do Willy conta com o apoio de uma equipe nota 10: a Dotstore/Boigy, que cuidou do visual, de Daniel Silverio,  na administração,  Messias Venturine cuidando da logística, e através das amigas, Manira Andery, Rose Odashima e Cidinha Menichelli a camiseta,  o passaporte de entrada no evento, chega às mãos de quem tem que chegar, o universo cuida de fazer a seleção. Além delas, a Nadia Conceito tem camiseta. Sol Buser é o contato.  Vai estar comigo na tarde do próximo sábado, quem tem que estar…rs… desfrutando momentos de rara satisfação. Como sempre ocorre é na semana da Feijoada do Willy, que a efervescência é maior. O assunto do momento em muitas rodas. A edição deste ano está sendo produzida desde janeiro. Bem cuidada. Fui cumprindo uma por uma das etapas até chegar a esse momento, o da venda das camisetas, e, confesso, feliz com a boa energia que sinto no ar atraindo um público que tem em comum a alegria de viver com a consciência que merece o melhor. Produzo a  Feijoada do Willy 2018 nesse clima. Adianto, será a melhor que já realizei. Quem a prestigiar, verá…rs…A revista Leve, em sua nova fase, sou um dos colunistas, será lançada na Feijoada do Willy, com cobertura de Leandro Sérgio, do Cidade Viva. Tudo colabora para que a festa do próximo sábado role, como gosto de dizer, sobre carretéis, livre, leve e solta, com boa bebida, boa comida, boa música e atrações variadas. Um verdadeiro happening.  Até o Climatempo consultei. O sol vai brilhar. Tenho boa intuição na hora de escolher as datas da Feijoada. Das 22 em poucas choveu. O meu santo é forte…rs…