Hoje se comemora o Dia Internacional da Mulher e o Caderno W faz questão de destacar em suas matérias mulheres que são exemplos de beleza, elegância, inteligência, charme, e que tem em comum a joie de vivre que eu tanto gosto de cultivar nesse meu trabalho. Tenho consciência que observar e registrar os fatos que  movem uma sociedade me lapidaram no sentido de eu me tornar uma marca com características próprias. Quem acompanha o meu trabalho o reconhece. Um estilo forjado como a lâmina de aço, no fogo, sim de boa têmpera, que continua nesse exercício se afinando aos novos tempos. E tanto é possível que estou conseguindo realizar um sonho muito sonhado, o da mídia digital, que vislumbrei, como bom visionário que sou, no final dos Anos 90. Não é por acaso que me encontro onde estou, ou seja, como editor de um portal que se consolida como formador de opinião em plena expansão. É fruto de muito trabalho, de muitos acertos, de muitos erros, de fracassos, enfim, da obstinação pela vida que eu tenho, e de sobra…rs… Só mesmo o passar dos anos nos burilam a ponto de percebermos isso e dela tirarmos proveito para viver mais conscientemente. Eu vivo esse momento. E nessa vibe eu desejo a todos aqueles que leem os meus textos uma terça iluminada. Na conexão do amor.