Descendente de pai e avós cubanos e de mãe mineira, a carioca Marina de La Riva volta ao Memorial da América Latina para mostrar porque é considerada, na atualidade, a mais latina das cantoras brasileiras.  Nesta sexta (28), às 21 horas, no Auditório Simón Bolivar. (GO)