Esta terça-feira é um dia marcante. Como era esperado, continuo acordando mais cedo, as 5 horas e não consigo ficar na cama. E vai ser assim até sábado.  Só tenho um pensamento, a festa no Club Med Lake Paradise, que está praticamente pronta. Um momento que aguardo com ansiedade, que, é claro, está sendo bem administrado A festa dos 42 anos de colunismo social irá celebrar também o novo momento do portal do Caderno W que foi repaginado e ganha agora na Dotstore os retoques finais, a equipe hoje migra o conteúdo do portal antigo para o novo e amanhã eu estreio, alguns dias antes da festa, o novo Caderno W digital que ganhou novas ferramentas para que a comunicação ocorra de um modo ainda mais agradável, envolvente. Tenho certeza que o webleitor vai gostar. Evoluir é preciso. E nesse quesito, modéstia a parte, me considero um expert. Ao longo de 42 anos em Mogi das Cruzes o que mais eu fiz foi mudar, sou um camelão, e como tal continuo, agora com mais consciência. Estou sempre me reinventando. Aos amigos que vão estar comigo na noite do dia 9 de dezembro os meus mais sinceros agradecimentos. Tenho a mais absoluta certeza que vamos desfrutar momentos temperados a emoção. A minha, por exemplo, há dias, está a flor da pele e na celebração nem imagino como vou estar…rs…claro, que com o coração batendo em rítmo mais acelerado. E feliz por ter celebrado mais uma vez a joie de vivre em sociedade, com bom gosto, elegância e civilidade. Nesta terça, pela manhã, tenho reunião com Messias Venturine, encontro Cidinha Menichelli, depois Manira Andery e a tarde me reúno com Maria Salas que vai me auxiliar na criação dos textos dos amigos que serão homenageados, melhor, acarinhados com sinceridade. Confesso, me sinto na condição de um maestro regendo uma orquestra. E o espetáculo do próximo sábado promete marcar tempo na agenda social de 2017, aliás, a fecha com chave de ouro.