E não é que janeiro está terminando. Passou rápido. Como esse ano deve passar. E não há outra alternativa senão trabalhar, trabalhar muito, e dizem os economistas que vamos ter saudade de 2015. E enxugar. Cada um, é claro, em seu nível. De um modo geral, ricos ou pobres estão no mesmo barco e, portanto, o que temos mais é que fazer e nos unir para formarmos uma corrente de positividade. Vivendo de um modo cada vez mais consciente. Buscando Luz na espiritualidade para enfrentar de cabeça erguida todo e qualquer obstáculo que surja pelo caminho. Aprendo com a Cabalá a compartilhar, inclusive as minhas experiências espirituais que tem sido ricas. Inicio a minha meditação  com as bênçãos da manhã, compartilhando a oração Modé Ani que traduzo: Dou graças perante Ti Rei vivo e eterno, que me restituíste minha alma com misericórdia, grande é Tua fidelidade. Linda oração. Segundo Rav Berg, todas as noites, quando nossas almas ascendem os Mundos Superiores, uma força poderosa tenta nos impedir de acordar e ver a luz de um novo dia. Essa força vive dentro de cada um de nós. É o nosso lado negativo ou que os cabalistas chamam de ” Má inclinação”, alimentada por nosso comportamento negativo do dia anterior. Apesar disso, o Criador nos dá uma nova oportunidade de mudar e revelar a Luz que deixamos de revelar no dia anterior. A conexão de Modé Ani permite que aproveitemos essa oportunidade.