E chega mais um final de semana,  o primeiro de maio,  e o balanço que faço é positivo,  mesmo a semana tendo sido interrompida pelo feriado de terça-feira, porque quando se busca a excelência no trabalho que se realiza, como é o meu caso, lúcido,  reinventado sempre ao longo dos anos para permanecer no mercado como formador de opinião, a vida adquire um outro sentido. A consciência de que se pode fazer o melhor, uma espécie de missão, abre as portas das oportunidades e a alegria de viver se manifesta em atitudes positivas, observando a vida, e percebendo o quanto é fugaz. Nada é permanente. Tudo tem um tempo. Eu tenho vibrado nessa onda, me reconstruindo novamente, em todos os sentidos, material e espiritualmente,  e tirando boas lições desse aprendizado. Bem dizia meu pai que a melhor escola da vida é a vida. E é mesmo. Observando a sociedade percebo que tudo tem um prazo de validade. Digo por experiência própria, que a vida é feita de ciclos, que se abrem e se fecham até o dia de ir embora. E todo mundo vai. Enquanto o meu momento não chega, espero que ainda demore um pouco…rs… vivo feliz fazendo o que mais gosto, me comunicar, livre, leve e solto.  E assim me realizo profissionalmente. Viemos a essa dimensão para nos aprimorar espiritualmente. Esta semana, fiquei triste com a morte de Ládice Cota Pacheco e de Luiz Antonio Gasparetto. Chegou o momento deles irem embora, creio que ninguém vai antes, e espero que façam uma boa viagem. Às suas famílias os meus mais sinceros pêsames. E como a vida continua, claro, o assunto do momento é a Feijoada do Willy 2018 que vem sendo produzida com um carinho enorme e por conta da boa energia que a envolve os amigos e os amigos dos amigos aos poucos vão requisitando a camiseta , o passaporte de entrada, se preparando emocionalmente para desfrutar uma tarde memorável, nos domínios do restaurante Mirante do Paraíba, com boa bebida, boa comida, boa música, ver e ser visto, com gente, de todas as faixas etárias se confraternizando, dando corda à alegria de viver. E, vamos e venhamos, são os momentos felizes que podemos programar, que podemos nos proporcionar, que valem a pena serem preservados e cultivados. O resto, como costuma dizer um amigo, é  pura perfumaria, se desvanece no ar…rs… E na vibe do desapego, que tenho cultivado ultimamente, desejo a todos um ótimo final de semana com um sonoro “enjoy your life”.