perda_dos_dentes_1

Sensibilidade dentária pode ser compreendida como uma dor ou incômodo no dente ocasionada pelo contato com alimentos quentes  ou ácidos. A dor tem curta duração e é causada por problemas na dentina, tecido localizado entre o esmalte e a polpa, responsável pela proteção dos dentes.

“A dentina contém um grande número de poros ou túbulos que se originam na parte externa do dente e vão até o nervo, no centro do dente. Quando a dentina está exposta, esses túbulos são estimulados pelas mudanças de temperatura ou por certos alimentos, ocasionando assim a sensação incômoda”, explica Denise Caluta Abranches, professora e coordenadora do Serviço de Odontologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

A sensibilidade dentária é causada principalmente pela perda do esmalte ou retração gengival. Um dos principais fatores que ocasionam esse problema é o consumo de alimentos ácidos, como refrigerantes, frutas cítricas, e vinagre. O que acontece é que em médio e longo prazo, a ingestão desses alimentos pode levar a perda do esmalte, expondo partes dos dentes muitos sensíveis.

A falta de higiene causa o surgimento de placa bacteriana problema responsável pela retração gengival, consequentemente, facilitando o aumento da sensibilidade dentária. Da mesma forma, a escovação exagerada também pode facilitar o aparecimento do problema. Pois pode causar recessão gengival e desgaste do esmalte, deixando assim a dentina desprotegida.

Prevenção da sensibilidade nos dentes

Uma vez que o desgaste na dentina pode ser causado, basicamente, por problemas de ordem mecânica (escovação, traumas), química (alimentação ou procedimentos) e periodontal (doenças na gengiva), para prevenir a sensibilidade nos dentes você pode:

  • Usar escovas dentárias com cerdas macias
  • Escovar os dentes e gengivas fazendo círculos e sem aplicar força excessiva na região
  • Evitar o consumo de alimentos muito ácidos, como os refrigerantes
  • Tratar problemas como o bruxismo, uma vez que a força ao morder e/ou o ranger dos dentes, característicos do problema, também podem desgastar o dente
  • Fazer consultas periódicas ao odontologista para verificar e se necessário tratar a placa bacteriana nos dentes, uma vez que o seu aparecimento está relacionado à retração gengival.