Mais um final de semana passou, o segundo de 2021,  pautado por pensamentos positivos, boas expectativas,  melhor que 2020 que foi um desastre para todo mundo.

Para muitos, desolador, para outros, os que se reinventaram, como eu, um aprendizado,  como colunista social, acostumado às festas,  a minha matéria prima, não realizei nenhuma comemoração e muito menos registrei, tive que preencher o meu tempo compartilhando nas  Redes Sociais, uma conquista, investi no Insta, em lives, e agora que o ano novo começa decidi que é chegada a hora de fazer a interação do Caderno W impresso e digital com o Insta e Face.

As lives retornam, 3 vezes por semana, e sempre destacando personalidades de todos os segmentos. Evoluir é preciso. E torcendo, é claro, pela chegada da vacina, para que a vida em sociedade aos poucos retornem ao ritmo “normal”.

 

NO QUINTAL DO BARTÔ

No sábado à noite estive no Quintal do Bartô, e tive o prazer de rever os proprietários da casa  que se consolida na Capitão Manoel Rudge como referência em gastronomia, Shaffic, Bel e Max. Lá encontrei amigos, como Roberto Pestana, Sueli Mattioli, Silvia Salti  e Nelson Rodrigues, Claudia e Newberto Duque, fiz fotos e as compartilho revelando quem era quem na agradável reunião. Na terça-feira próxima retorno ao Bartô para cumprimentar a Sueli Mattioli pela passagem de seu aniversário.

Roberto e Sueli
Nelson e Silvia

 

NO RESTAURANTE PÉ DE JACA

Hoje, domingo, fui almoçar no restaurante Pé de Jaca, acompanhado da amiga, Paula Nassri, com Angela e Joaquim Custódio, e na mesa redonda do Joca, a nora, o filho, o neto, e o sobrinho dele, Wagner Oliveira, com a mulher e filhos,  mora em Florianópolis, que acabou de lançar o livro “ 70 Dicas para decolar sua Carreira, Vida & Negócios”. E vale observar que o Pé de Jaca estava com fila de espera. O lugar é muito agradável, a natureza ao redor  faz a diferença,  e a comida é ótima. Inicia em 2021 com sucesso. Ah! a novidade na reabertura ficou por conta do bar que o Joca criou que realmente ficou bonito.

 

 

42