Um sábado especial. Muito quente e desfrutado em companhia de amigos no restaurante Mirante do Paraíba. Ocupamos, éramos 7, mesa no deck, em frente ao Rio Paraíba, comemos muito bem, e de tão bom que estava a tarde, deixamos o Mirante, passava das 16 horas.

De volta ao lar doce lar, à Shalom, decido dar corda à imaginação e compartilhar matérias, diferenciadas, celebrando, como tem que ser a alegria de viver. Pautas exclusivas, glamorosas, com o tempero de Willy Damasceno, que observa a vida em sociedade há quase 45 anos-  no dia 29 de novembro de 1975 foi publicada a minha primeira coluna no Diário de Mogi-  olha, é muito tempo, e é através dele que venho me lapidando como profissional valorizando o que tem que se valorizado.

E nessa vibe, livre, leve e solto, chamou a minha atenção a nova coleção, de verão 2021, do estilista José Vitor Zerbinato e fiquei tão encantado com ela que resolvi renovar a capa do Caderno W com uma matéria Fashion compartilhando alguns dos modelos VZ, criados com bom gosto, elegância, modernidade, ousadia, valorizando as mulheres, dando  corda à imaginação, à fantasia que alimenta suas vidas. Abro a Galeria, claro, que com o amigo José Vitor, que vai entender o meu afago. Parabéns. A epidemia, como era esperado despertou a sua criatividade. Chiqueria pura. Aliás, que se aperfeiçoa de ano para ano.