[ad-gallery orderby=”menu_order”]Hoje o dia rolou punk….estou brincando, é claro. Ontem, a festa do livro W Crônica de um Tempo foi até mais de duas horas da madrugada de sábado e quando cai na cama passava das três horas. Acordei lá pelas 7h30 da manhã deste sábado, tentei  pegar as fotos em meu smartph0ne e como o cabo de conexão estava com problema só consegui isso na hora do almoço. A amiga francesa, Marie Laure Solanet, está hospedada no Mercury e fui busca-la para almoçar em casa. E de casa seguimos para o Sr. Café onde Marie- Laure autografou alguns exemplares de seu livro charmoso, Outro Olhar, uma francesa no Rio de Janeiro. De volta, antes de ir para o Privê do Clube de Campo cumprimentar Ozanira e José Roberto Kachel dos Santos pelos 35 anos de casamento, como não poderia deixar de ser, compartilho as fotos que fiz da festa do W no salão do Clube de Campo. Pela primeira vez em muitos anos circulei pelas mesas saudando os amigos e registrando-os. Como eu havia imaginado, pelo fato de realizar uma evento na base do black-tie já seleciona naturalmente os convidados. Quem foi à festa pode dizer do clima de elegância que reinou do início ao fim com os amigos circulando e se confraternizando. A celebração deste ano superou as anteriores em qualidade. Em todos os sentidos. O salão estava bonito, discretamente decorado, as toalhas, de um alaranjado queimado, lindas, as flores, o lounge, a mesa de doces By Clara, um luxo, a comida e bebida servida pelo Síntese do Sabor ganharam elogios, a música da Band It agradou mais uma vez e encheu a pista de dança, enfim, um celebração entre amigos. Como havia programado, recebi os convidados na entrada do salão e procurei ser o mais breve possível na hora que subi ao palco para o discurso e homenagear as mulheres e o estilista Fran Carvalho e o brinde final com todos os presentes. Confesso, estava emocionado. Afinal de contas realizar um evento diferenciado exige uma certa dose de dedicação. Adelaide Gomes e eu alinhavamos uma festa para um seleto grupo de convidados. Os fotógrafos Harrison Roseling, Andréa Matsumoto, André Alemi e Evandro Maia registraram os melhores momentos da tripla comemoração. Enquanto não tenho acesso aos seus registros aproveito para compartilhar os meus para que o webleitor tenha uma idéia do brilho da festa do W. Na capa, a foto com minha amiga e irmã Cidinha Pires, uma das homenageadas da noite, sem dúvida, uma das mulheres mais elegantes, em modelo VZ. Cidinha esbanja além de elegância, classe. Em Galeria os primeiros flashes do evento que saiu do lugar comum com bom gosto e elegância. Confira.