Ontem, para variar um pouco o conteúdo do portal inventei a seção, De quem eu ando com Saudade. E ela surge plural. Uma oportunidade que tenho de compartilhar pessoas e momentos vividos ao longo de mais de 4 décadas no exercício da profissão. Olha que é tempo. Tenho belas histórias. Que só de lembrar me emocionam. Resgato assim as boas lembranças. Olha esta foto. Rosas, belas rosas, enfeitando minha casa, que me foram enviadas pela saudosa Therezinha Furlan Scavone, diretamente do jardim da sua casa. Ela tinha esse hábito elegante de presentear os amigos com  flores de seu bem cuidado jardim. Sinal de carinho. Quando as recebi, lembro, boas energias se manifestaram e de tão boas que foram me permito lembrar desse momento. Therezinha Scavone, em dúvida, pontificou em sociedade nos Anos 70,80,90 com uma das mulheres mais elegantes da sociedade. Cozinhava divinamente bem e tive a satisfação de jantar em sua casa inúmeras vezes. Registrei os melhores momentos de sua família em minha coluna no jornal Diário de Mogi. De quem eu ando com saudade? Dela, é claro. Não me perguntem porque. A inspiração simplesmente baixou…rs….e dou corda a ela com esse texto oriundo do coração.

Rosas
Rosas