A tarifa do sistema municipal de transporte coletivo de Mogi das Cruzes terá alteração neste domingo (9). A passagem custará R$ 5,00, o mesmo valor já adotado por outras cidades da região, mas o índice de reajuste, considerando a atual passagem, é o menor do Alto Tietê.

A alteração no valor da passagem já havia sido divulgada pela Prefeitura de Mogi das Cruzes no dia 1º de dezembro, para garantir a previsibilidade para os passageiros que utilizam o sistema e para as empresas que fazem o pagamento de vale-transporte.

“Mogi das Cruzes sempre teve a maior tarifa do Alto Tietê, chegando até a ter a passagem mais cara que São Paulo. Após um trabalho minucioso de análises técnicas e discussão, a Prefeitura conseguiu que o índice de reajuste fosse o menor da região e que a tarifa passe a ser igual à adotada em outras cidades”, explicou a secretária municipal de Mobilidade Urbana, Cristiane Ayres.

O valor que será adotado a partir deste domingo foi definido após estudos técnicos realizados pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana sobre o pedido das empresas que operam o serviço e dos índices de insumos que impactam no custo do sistema, como combustíveis, pneus, lubrificantes e folha de pagamento. A nova tarifa é bem inferior ao valor solicitado pelas concessionárias, que variava entre R$ 7,04 e R$ 7,08.

A administração municipal também não renovou a isenção do ISS para as empresas, que venceu em 31 de dezembro. A medida estava em vigor em Mogi das Cruzes desde 2013.

Atualmente, 80.754 passageiros utilizam o sistema, em média, por dia. A atualização foi feita na quarta-feira (5), com data-base desta terça-feira (4).

O último reajuste do transporte coletivo em Mogi das Cruzes havia ocorrido em janeiro de 2019, quando o valor passou de R$ 4,10 para R$ 4,50. O sistema conta com 195 ônibus, que percorrem mais de 62 mil quilômetros por dia.

 

Modernização

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana está desenvolvendo estudos para a modernização e melhoria da qualidade do sistema de transporte coletivo. O trabalho tem como objetivo atualizar o atendimento do serviço em Mogi das Cruzes, tornando-o mais eficiente para a realidade do município e para os interesses de deslocamento da população.

A principal medida prevista é o redesenho das linhas municipais, com o remanejamento das linhas que passam pelo Centro da cidade, diminuindo o impacto do trânsito intenso da região sobre a circulação dos ônibus. Com isso, a previsão é que o ganho de tempo nas linhas possa chegar a até 40 minutos, contando os dois sentidos de circulação. Esta economia de tempo abrirá a possibilidade da disponibilização de novos horários para os passageiros.

No momento, está em andamento uma consulta pública para a população, dentro do programa Participa Mogi Mobilidade. A participação pode ser feita pelo link bit.ly/participa-mobilidade e o usuário poderá escolher até três horários que mais utiliza em cada um dos sentidos. Estas escolhas podem ser de horários já existentes no trajeto ou de outros que o morador gostaria que fossem criados. Os dias da semana em que ele deseja a alteração também podem ser escolhidos.