Olha, tem feito uns dias lindos. O sol tem brilhando num céu azul anil, o de outono, sem dúvida, o mais belo, se você mora no Alto Tietê,  olhe para o céu e confira. E nesse clima de positividade plena, percebendo a natureza, e consequentemente a presença divina, me comprazo em ver os amigos conquistando prêmios, pelo trabalho que realizam. E tenho compartilhado ótimas histórias. Há alguns anos não me encontro com a mogiana, Gigi Monteiro, registrei o seu casamento, um dos mais lindos em que já estive em meus quase 43 anos de colunismo social, mas continuamos amigos e os nossos últimos contatos tem sido através das Redes Sociais. A vida é mesmo assim. Uma hora se está muito junto. Outra hora, mais distante.  Gigi, que tem alma de artista, descobriu a fotografia em sua vida, e vem se revelando na área utilizando-a em decoração de ambientes. É top. E o seu talento não passou despercebido internacionalmente. Está em Bologna, na Itália, onde, ontem recebeu o  importante prêmio de arte, Raffaello, no Gnudi Palace.  Na foto, elegante, com o artista plástico, mineiro, Mario Cupertino, que teve uma de suas telas premiadas. Dois brasileiros de sucesso. A foto premiada de Gigi, revela um magnífico por de sol no Pantanal. O Caderno W, como não poderia deixar de ser, os parabeniza pelo reconhecimento internacional do trabalho que realizam. Um prêmio sempre incentiva o artista a continuar criando e buscando novas experiências. Parabéns, Gigi. Nós mogianos nos orgulhamos de você. Que a sua estrela brilhe ainda mais. E vai brilhar. Quem ama o que faz só obtém bons resultados.