Este é o último sábado em Paris, na verdade iriamos embora hoje, mas conseguimos com a proprietária do apartamento esticar até segunda e terça-feira o deixamos com destino a Stuttgart, e aproveitamos para fazer um passeio para os lados de Saint Paul, próximo da ilha de Saint Louis, na beira do rio Sena, que nesta época do ano é transformada pela prefeitura de Paris em praia. Acredite se quiser, eles interditam um bom trecho da pista na margem do rio e colocam areia, o Paris Plage, e, não é, nem preciso dizer que é uma versão francesa do que costumamos chamar de farofa…rs…lá encontramos Dominique Suret, um artista especializado em criar medalhas com atelier próximo da Place Dauphine, e sua filha Lorene-Lou, na foto com Lire de Sales, uma simpatia, e aproveitei a oportunidade para fazer fotos para o portal do Caderno W revelando ângulos diferentes, lindos, dos belos edifícios que margeiam o Sena. A lua está quase cheia. Deve ficar redonda neste domingo. E na volta para casa, a certeza de que Paris não só encanta os meus olhos, mexe com a minha sensibilidade. Em Viagem. W alguns desses registros. (WD)

Lorene-Lou, Dominique e Lire
Lorene-Lou, Dominique e Lire