Quando se faz o que gosta o resultado é sempre positivo. Eu adoro o que faço e o leitor percebe que escrevo com a alma, dou corda à imaginação e procuro retratar a meu modo os fatos mais relevantes de uma sociedade que evolui em 2017 bem plural. Percebo isso. Bom sinal. Como colunista social, em novembro próximo completo os 42 anos de atividades, observo e registro tudo com um olhar diferenciado, forjado, com estilo respaldado em muito trabalho, evidenciando o glamour de se viver e conviver em sociedade. O que mais me deixa satisfeito é ver que a sociedade se transforma, é um organismo vivo, e quem não se afina ao espírito da época, já vivi  inúmeras, acaba ficando pelo meio do caminho. Não é o meu caso…rs…estou sempre me reinventando e nada passa despercebido quando é relevante. E admiro os que estão nessa vibe. Na próxima sexta-feira faço questão de ir conhecer as novas instalações do restaurante Pé de Jaca, pronto para receber a sua fiel clientela, que é claro só vai aumentar. Eu vi o Pé de Jaca nascer e se consolidar no espaço onde permaneceu por dois anos. Eliana Custódio França é uma culinarista de mão cheia, ama o que faz, e suas receitas de comidas brasileiras só ganham elogios. No novo Pé de Jaca terá uma big cozinha e promete reinar lá absoluta ao lado do marido, André França que é um especialista em grelhados e conta com o apoio do filho, Pedro, que está tomando gosto pelo trabalho. André como trabalhou com políticos muitos anos é bem relacionado. E isso se reflete no movimento da casa.  Não bastasse os três, a boa energia de Angela e Joaquim Custódio se encarrega de conferir um brilho extra ao empreendimento. Joaquim aposta no negócio e o belo espaço que construiu para o Pé de Jaca comprova isso. Aproveito o ensejo e os cumprimento pelo empreendimento lhes desejando boa sorte. O universo, dá para se perceber, conspira a favor. E há um detalhe relevante: reabrem o Pé de Jaca no Dia de Reis. Sinal de prosperidade.

Eliana e André
Eliana e André