A eclipse desta sexta-feira (27/7) tem fenômeno… O céu fica azul pelas cores do arco-íris e se espalha na atmosfera. O eclipse total, para quem puder vê-lo, deve começar às 16h30 e terminar por volta das 18h13, no horário de Brasília. Como o próprio nome sugere, o astro deve adquirir um tom avermelhado durante o fenômeno, graças à forma com a qual os raios solares incidem na atmosfera terrestre. Este será o eclipse mais longo do século, durando aproximadamente 1 hora e 43 minutos, segundo o Observatório Nacional.

Todos de olho no céu. Sol, terra e lua no eclipse ficarão alinhados, e nosso planeta bloqueará a passagem dos raios solares até o satélite. A luz solar é a soma de todas as cores. Quando a luz chega na camada de ar da Terra, as cores se espalham como a sequência de cores do arco-íris: violeta, anil, azul, verde, amarelo, laranja e vermelho.

Olhando para o céu, ele é azul por toda a atmosfera. Mas, o céu é azul para nós. Nesta sexta, durante o eclipse, a “Lua de Sangue” ocorrerá com a Terra bloqueando os raios do Sol. Alguns passarão pela atmosfera. A cor azul se espalhará na camada de ar da Terra. Os raios vermelhos se espalham menos. A Lua refletirá esses raios e ficará “de sangue”… A agência espacial americana, a Nasa, divulgou uma ilustração. Ver a Terra da perspectiva da Lua em dia de eclipse é ver um grande anel vermelho onde tem a atmosfera. Mega interessante e importante porque deixará suas influências.