O ano de 2017 ficou para trás, estamos vivendo os primeiros dias de 2018 e quem pode só retorna mesmo ao batente na próxima segunda-feira, dia 8 de janeiro. Volto a repetir, 2017 foi, para mim, um ano de reconstrução e, confesso, cheguei em 2018 com a certeza de que valeu a pena ter, mais uma vez, virado a mesa, e recomeçado com a consciência de que nada ocorre por acaso. Quando mudanças ocorrem, num primeiro momento, não compreendemos o motivo, mas só mesmo com o passar do tempo é que vamos compreendendo que elas foram benéficas. Em 2017, realizei a Feijoada do Willy no restaurante Mirante do Paraíba, que foi um sucesso; a minha festa de aniversário, junina, na casa dos amigos, Ângela e Joaquim Custódio; e em dezembro, no dia 9, ocorreu a festa dos 42 anos no salão Ipê do Club Med Lake Paradise. Não posso reclamar do ano. Rolou bem melhor do que 2016. E o ano de 2018, tenho a mais absoluta certeza, será o ano do Caderno W. Trabalho já em janeiro neste sentido. E nos acontecimentos de 2017 os amigos não faltaram. São imprescindíveis em minha jornada como colunista social. Passeio os olhos pelo arquivo e encontro  fotos  que me permitem realizar uma retrospectiva. E componho uma Galeria com essas imagens, revelando gente que faz a diferença. Uma amostra da joie de vivre em sociedade. Gente que faz a diferença. E abro a Galeria com esta foto da Feijoada do Willy 2017, realizada no restaurante Mirante do Paraíba, na Freguesia da Escada, em Guararema, na beira do Rio Paraíba. No foco, nas boas companhias de Renato e Viviane Vieira Prado e de Sheila Bertolini, da EVVIVA, que veio especialmente de Bento Gonçalves para participar da feijoada e ficou hospedada no Club Med Lake Paradise. É minha convidada novamente este ano.