A vida é feita de momentos. Eu que o diga, chegando aos 68 anos, com quase 43 anos dedicados ao colunismo social, alinhavo com a maior satisfação o meu livro de Memórias. Nele pretendo registrar as boas lembranças, a partir da minha infância, em Arujá, até chegar em Mogi das Cruzes, em 1975. E como tem que ser, para lembrar das melhores histórias vividas e compartilhadas, abro o arquivo digital e tenho “viajado” muito, confesso, me emocionado muito, passeando os olhos por pessoas, muitas delas já se foram para o andar de cima, pessoas queridas, significativas em minha trajetória. E decidi, ontem, por estar meio de “molho” em casa, não ficar parado e realizei, durante 3 horas, uma incrível seleção de fotos, que tenho a mais absoluta certeza, repercutirá e gerará muitos comentários. As coisas boas também viralizam…rs… E abro a Big Galeria das boas lembranças, preparada com muito carinho, com esta foto, que vale por mil palavras. E vou compartilhar muitas outras. É o meu diferencial.  O apresentador Luiz Bacci, menino, com seus pais, Nádia e o saudoso Luiz Carlos Bacci. Sou amigo da família desde essa época,  e vi o talentoso apresentador Luiz Bacci dar os primeiros passos no universo da comunicação. No inicio dos Anos 90, devia ter uns 10 anos, foi ao meu programa, Bastidores,  depois Willy Damasceno, na Rádio Diário, e o entrevistei, e  já sabia o que queria na vida, e, claro, fiquei surpreso com a sua desenvoltura. E deu no que deu. É um sucesso.  Histórias como essa estarão em meu livro de Memórias.