Diariamente passeio os olhos pelo meu implacável arquivo fotográfico e, confesso, volto no tempo, e constato o quanto  já vivi. São quase 43 anos de boas recordações. Foram tantos os momentos desfrutados e devidamente registrados pela minha coluna, no Diário de Mogi, até 2001, que me permito lembrar de histórias que pretendo inserir em meu livro de memórias. Como as famosas festas que o arquiteto Carlinhos Clery realizou em sua casa na Casarejos, onde mora até hoje. E escolhi a de seu aniversário, no início dos Anos 80 para compor uma Galeria nostálgica, com registros do anfitrião,  dos convidados, muitos dos quais já se foram para o andar de cima. Recordar é viver.