EVOLUIR É PRECISO

Acordo no sábado agradecendo a Deus por estar vivo, com saúde e disposição para o trabalho, aos 70 anos, e fazendo o que mais gosto, ao longo de 45 anos, observar a vida em sociedade e dela compartilhar os momentos mais relevantes. Numa lapidação constante, devidamente afinado à tecnologia, ao universo da Internet,  navegando nele desde 1996, em 2000 lancei o site willyvirtual,  procurando desenvolver um trabalho diferenciado, e em 2007 surgiu o Caderno W, que vem se reinventando, se adequando à realidade de cada época, como a da que vivemos, da pandemia, mais afinado digitalmente e podendo me dar ao luxo de oferecer um olhar pautado pelo bom gosto, pela elegância e civilidade, esse último item eu acrescentei aos dois primeiros, depois que comecei a viajar pelo mundo. Cada vez que retornava vinha um pouco mais lapidado culturalmente e no way of life. Evoluir é preciso tem sido o meu lema.

Esse é o mais novo canto de trabalho, na Shalom, e o apresento aos amigos. Essa é a vista que tenho quando sento ao laptop para renovar o conteúdo do Caderno W. Amanhece ensolarado

 

ABRINDO A LISTA DOS HOMENS

Passeando os olhos pelo livro W Crônica de um tempo, parei nesta bela foto, do inicio dos Anos 80,  o empresário Henrique Borenstein e o arquiteto Carlinhos Clery, numa das festas que realizou no endereço da Casarejo. E com este registro, que vale por mil palavras, dou o start na apresentação que pretendo fazer de homens que não passaram e não passam despercebidos em sociedade. Como a matéria  das mulheres preparo a dos marmanjos…rs….  Na que fiz com elas, observei “ os homens que me desculpem, festa sem as mulheres seria uma chatice”. Afinal, de contas, são elas que a enfeitam. Mas, aproveito a oportunidade para me “desculpar” …rs… festa sem a presença masculina não existiria…rs…afinal de contas são eles que a patrocinam. E bate uma  saudade de uma época glamourosa que  tive a satisfação de viver e registrar. Recordar é viver.

 

30