Na tarde desta segunda-feira fui tomar um café com o amigo e parceiro, Pitty Siqueira, no Colégio Tomas Agostinho, para parabeniza-lo pela parceria com  a Red Balloon, que recentemente inaugurou uma unidade na av. Capitão Manoel Rudge, que  será notícia, é claro, na edição impressa do Caderno W de setembro que estou editando esta semana. Acompanho o belo trabalho que Pitty e sua mulher, Elaine, vem realizando à frente do Tomás Agostinho, com personalidade, credibilidade, são sérios, inspirados no trabalho que o professor Percy Benedicto Siqueira, pai do Pitty, desenvolveu em Mogi das Cruzes como educador, tornando-se referência na área. Se estivesse vivo, com certeza ficaria orgulhoso com o talento  do filho. Quem sai aos seus não se degenera.  Aproveitei a oportunidade e convidei o Pitty para a festa das Famílias, a sua não pode faltar, dos meus 43 anos de colunismo social, que ocorrerá no dia 23 de novembro no salão do Clube de Campo. Adianto, será uma festa temperada a muita emoção. A celebração da amizade sincera. Evoluo feliz porque tenho amigos que admiro e respeitam o trabalho que realizo. O Pitty é um deles. Na sintonia do bem querer, com reciprocidade. E para ilustrar o carinho que nutro pelo casal, pincei no arquivo esta foto da festa dos 42 anos, realizada no Club Med Lake Paradise, no dia 9 de dezembro de 2017, os revela na hora que os agraciei com o troféu Caderno W pelo trabalho que realizam no Tomás Agostinho.  Carinho com carinho se retribui.

A Festa Willy | 42 anos