Vivendo e convivendo em sociedade é que conhecemos melhor as pessoas. Como colunista social não raro me decepciono com algumas, graças a Deus não são muitas, e quando isso ocorre o que tenho feito é simplesmente esquecer que elas existem. Geladeira é o melhor remédio. A ausência  no livro W Crônica de um Tempo comprovará a insignificância delas em sociedade. Tem uma que é  campeã neste quesito. O livro é meu e boto nele quem eu quero. (WD)