kia dentro 0702

Transcrevendo uma notícia dada pelo portal Adnews:

“Já demos aqui no Adnews exemplos de product placement que foram executados com sucesso e outros que expuseram a marca de uma maneira negativa. A Rede Globo tem puxado a fila no quesito merchandising na dramaturgia brasileira, a novela ‘Avenida Brasil’ foi um grande exemplo disso e contou com inúmeras marcas em cenas bem amarradas (pelo menos a maioria). A trama atual, ‘Salve Jorge’, também não deixa por menos e vira-e-mexe consegue introduzir produtos em cena sem maiores problemas.

Acontece que o episódio de terça (5) trouxe uma cena de product placement que fazia uma arriscada conexão da marca Kia (patrocinadora da novela) com o contexto em que ela foi inserida. Tudo porque a personagem Rosângela, interpretada pela atriz Paloma Bernardi, participou da gravação de uma sessão de fotos para o lançamento de um automóvel da Kia.

Acontece que a personagem, que foi traficada para a Turquia e forçada a se prostituir, está finalmente conseguindo, por intermédio do grupo criminoso que a escraviza, dar seus primeiros passos como modelo (sonho e principal motivação para mudar de país). O problema é que Rosângela aparece no ensaio em trajes sensuais ao lado da sua ‘cafetina’, papel de Vera Fischer. Em seguida, de maneira ainda mais embaraçosa para a marca, outro personagem tenta conseguir o telefone da ‘modelo’.

Alguns internautas reagiram no mesmo momento com mensagens do tipo: ‘Quer dizer que a @kiamotorsbrasil usa mulheres escravizadas para serem as modelos de suas propagandas? Foi esse mesmo o merchan na novela?’  e ‘Como assim a imagem da Kia Motors ligada a trafico de pessoas? Mesmo que seja na novela é ridículo. @kiamotorsbrasil’.

Outros comentários foram no sentido de defesa para a marca e para a trama, alguns até com argumentos bons sobre o contexto de inserção do product placement. Entretanto, de uma maneira ou de outra, muita gente fez uma associação negativa da marca com o ato criminoso.

Diante das repercussões nas redes sociais sobre o capítulo de ‘Salve Jorge’, a Kia Motors do Brasil informou, através de comunicado oficial,  ‘que a empresa não tem qualquer ingerência na decisão do roteiro da novela, uma obra de ficção, na qual os nossos veículos são utilizados tanto por personagens caracterizados como os vilões como por aqueles do bem, como em recente ação de merchadising com a delegada Heloisa, interpretada pela atriz Giovanna Antonelli’.”