A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo divulgou a relação de escolas de samba habilitadas e inabilitadas a participarem dos desfiles do Carnaval 2020, com apoio financeiro da Prefeitura. Ao todo, foram cinco agremiações habilitadas, sendo quatro do grupo especial e uma do grupo de retorno. A escola Unidos do Sales, do Jardim Camila, foi inabilitada em função de irregularidades.

Veja a relação

Estão habilitadas a receberem recursos para organizarem seus desfiles de 2020 as escolas de samba Acadêmicos do São João, Unidos da Vila Industrial, Estação 1ª de Brás Cubas, Acadêmicos da Fiel e Guerreiras de Fogo. As quatro primeiras integram o grupo especial, enquanto a Guerreiras de Fogo pertence ao grupo de retorno, que contempla agremiações que não participaram da última edição da festividade, porém desejavam retornar no Carnaval 2020.

As escolas habilitadas do grupo especial ficaram com as quatro primeiras colocações no Carnaval deste ano. A vencedora foi a Unidos da Vila Industrial e os segundo e terceiro lugares ficaram com a Estação 1ª de Brás Cubas e Acadêmicos do São João. Já a Acadêmicos da Fiel foi a vencedora do grupo de acesso, razão pela qual subiu para o grupo especial.

A escola Unidos do Sales, do Jardim Camila, foi inabilitada por não apresentar todos os documentos obrigatórios, previstos em edital. A agremiação também ficou de fora do processo de seleção em função de problemas com a prestação de contas referente ao Carnaval deste ano, além do fato de estar inscrita na dívida ativa do município. Por este motivo, ela não poderá receber apoio financeiro da Prefeitura e só poderia se apresentar no Carnaval 2020, ainda que sem recursos públicos, após a quitação da dívida.

Conforme previsto em edital, a Prefeitura pode destinar até R$ 160 mil para o grupo especial, sendo R$ 40 mil para cada escola habilitada. Já a escola do grupo de retorno poderá receber até R$ 10 mil. Portanto o valor total a ser destinado como apoio às agremiações, o que deve ocorrer entre dezembro deste ano e maio de 2020, será de no máximo R$ 170 mil. Vale lembrar que a transferência dos recursos é diretamente atrelada ao cumprimento, por parte das agremiações, do Programa de Carnaval 2020.

Os critérios utilizados para a seleção, que foi feita pela Comissão de Análise de Projetos (CAP) instituída para essa finalidade, foram: atendimento ao edital referente a documentação exigida, histórico de participação na programação carnavalesca do município e diálogo com a comunidade onde a escola está inserida.

Já o Programa de Carnaval 2020, que vai definir quanto cada escola receberá, é composto por etapas como realização de eventos para a captação de recursos, entrega de enredo, samba enredo, fotos ou croquis dos figurinos, atualização de documentação, comprovação de execução de fantasias e alegorias, entrega de ficha técnica do desfile e entrega dos laudos dos carros alegóricos. Após os desfiles, as escolas têm ainda prazo para fazer a retirada dos carros alegóricos da Avenida Cívica e adjacências.

Os desfiles do Carnaval Mogi das Cruzes 2020 devem ser realizados no dia 23 de fevereiro de 2020, na Avenida Cívica. Já no dia 24, está prevista a realização da apuração das notas, mais anúncio da campeã e entrega dos trofeus.

Mais informações sobre o Carnaval 2020 podem ser obtidas pelo telefone (11) 4798-6900.