O médico ginecologista e obstetra Alex-Sander José Miguel, de 51 anos, foi reeleito para o cargo de presidente da Associação Paulista de Medicina (APM) – Regional Mogi das Cruzes, que também engloba os municípios de Biritiba Mirim, Salesópolis e Guararema. A chapa “APM Novos Tempos”, encabeçada por ele, foi a única a se apresentar para a votação que ocorreu na sede da entidade, no Alto do Ipiranga, e também no anfiteatro do Hospital e Maternidade Mogi-Mater. O objetivo do presidente é terminar as obras de reforma do prédio que sedia a APM em Mogi e ampliar o leque de associados, hoje com 350 nomes.

Além de Alex-Sander, na presidência, a nova diretoria conta com outros 13 médicos: Fabrício Issamu Mochiduky (vice-presidente); Péricles Bauab (1º tesoureiro); Carlos Gennari (2º tesoureiro); Pwa Kiong Ping (1º secretário); André Luiz Pupo (2º secretário); José Higashi (diretor da sede associativa); Antonio Carlos Taveira Filho (diretor científico); José Carlos Melo Novaes (diretor cultural); João Carlos Lauda (diretor de comunicação); Pwa Tjioe Kok Tjim (diretor associativo); Zeno Morrone Junior (diretor de defesa profissional); Abdul Hayek (delegado) e Said Majzoub (delegado).  Já o conselho fiscal é composto por Flávio Isaias Rodrigues, Alexandre Netto, Carlos Alberto Gallo e os suplentes Julio Cota Pacheco, Anderson Pwa e Carlos Eduardo Godoi Marins.

De acordo com o presidente, uma das metas da nova diretoria para até 2020 é a finalização das obras da sede da entidade, que fica na Rua Doutor Luiz de Azevedo Rosa, 198, no Alto do Ipiranga. “Nossa sede é bastante espaçosa, mas estamos em processo de reforma para que possamos receber os associados com mais conforto”, salientou Alex-Sander.

Ele também frisa a importância de dar “mais voz” a Associação, que por muitos anos teve tímida atuação na Cidade. “Temos uma gama de serviços e benefícios à disposição do associado. Para os próximos anos queremos que a APM local promova palestras, seminários, eventos sociais e culturais porque, afinal, reunimos um grupo bastante significativo, mas temos a certeza de que podemos crescer”, finalizou.