dengue dentro 2501

A dengue é uma doença infecciosa aguda, causada por um vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti infectado, que se desenvolve em áreas tropicais do mundo devido à condições que favoreçam seu desenvolvimento e proliferação.

Ao contrário do mosquito comum, que pica durante a noite, o Aedes pica durante o dia, sendo comum que as epidemias da dengue ocorram no verão, ou após períodos chuvosos.

A infectologista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Ivelise Giarolla, explica: “O mosquito transmissor prolifera-se em qualquer lugar onde há água parada, como caixas d’água, latas, pneus, cacos de vidro e vasos de plantas, entre outros”.

Existem dois tipos de dengue: a clássica e a hemorrágica. “A dengue clássica é uma doença que em mais de 95% dos casos, causa desconforto e transtornos, sem colocar em risco a vida do paciente. Os sintomas se manifestam a partir do terceiro dia da picada (febre alta, dor de cabeça, fraqueza, dores musculares, enjoo e vômitos).”, explica a médica.

A hemorrágica é uma forma grave da dengue clássica e é rara. “Nela, ocorre um agravamento do quadro clínico da dengue clássica com sangramento pelo nariz, boca ou gengiva; com manchas vermelhas na pele. Esta situação pode evoluir para um colapso circulatório, choque, e pode levar a pessoa à morte” esclarece a infectologia.

O tratamento da doença alivia os sintomas, e a ingestão de líquidos tem papel importante na recuperação, “O paciente deve se manter em repouso, beber muito líquido e só utilizar medicamentos prescritos por médicos para aliviar as dores e a febre. É comum que ocorra durante alguns dias uma sensação de cansaço, que desaparece completamente com o tempo”,diz Ivelise..

O combate à dengue é, em sua maioria, de prevenção, evitando-se que os locais se tornem criadouros de larvas. Confira algumas dicas da profissional:

•Substituir a água dos vasos das plantas por terra e esvaziar o prato coletor, lavando-o com auxílio de uma escova;
 
•Utilizar água tratada com água sanitária para regar as plantas duas vezes por semana;
 
•Não deixar acumular água nas calhas do telhado;
 
•Acondicionar o lixo domiciliar em sacos plásticos fechados ou latões com tampa;
 
•Tampar cuidadosamente caixas d’água, filtros, barris e tambores;
 
•Não deixar expostos à chuva pneus velhos ou objetos que possam acumular água (latas, garrafas, cacos de vidro etc.)