Vivo uma renovação espiritual, que não tem nada a ver com religião, e me vem a mente que é fácil determinar a  riqueza material. Agora, para determinar como está a nossa riqueza espiritual, precisamos observar como estamos vivendo. Como estão as nossas relações? Aprender a aceitar os outros do jeito que são, sem reservas?  Sem preconceitos de nenhuma espécie? Aprendemos a perdoar e a esquecer o mal que nos foi feito? Damos valor à vida – toda a vida e as muitas formas que ela assume? A resposta a essas perguntas dão uma estimativa da qualidade da nossa riqueza espiritual.

A riqueza espiritual conduz à verdadeira felicidade porque, com ela, temos recursos inesgotáveis. A riqueza material depende de muitos fatores que, às vezes, estão fora  do nosso controle. Riqueza espiritual está totalmente dentro do nosso controle. Somos nós que determinamos a quantidade que queremos ter. Se fizermos um inventário e percebermos que estamos pobres espiritualmente, podemos nos valer do nosso imenso reservatório interno para adquirir o que está faltando. Dentro de nós há tudo o que precisamos para tornar nossa vida próspera e feliz; temos a capacidade de amar e ser amados; temos a capacidade de aproveitar a vida ao máximo, não importando o que está ocorrendo ao redor.

Isto não significa que o conforto material não seja uma força positiva em nossa vida. Se a nossa situação econômica for estável, podemos contar com a riqueza material para nos dar segurança. Mas, se nos dedicamos, paralelamente, ao crescimento espiritual, nunca precisaremos nos preocupar com a nossa segurança interna. Tudo virá no seu devido tempo.

A riqueza espiritual está sempre a nossa disposição. É o nosso “cheque bancário” que será pago a qualquer hora. Se precisarmos de sabedoria, é a este banco que vamos recorrer. Se perdermos todos os bens materiais, a nossa riqueza espiritual, está comprovado, irá nos auxiliar na recuperação de nossas perdas. Com a riqueza espiritual como alicerce e segurança para as nossas vidas, adquirimos uma paz profunda e duradoura que não vem apenas com  a riqueza material. E é nesse processo que ganhamos a verdadeira felicidade, que vem da riqueza espiritual e não da riqueza material.