O ano finalmente começou e a ordem do dia é reinventar-se, botar a imaginação para funcionar, arregaçar as mangas e, decidido, partir para a concretização de sonhos. Todos sonhamos com algo que nos satisfaça materialmente. Não basta sonhar é preciso desejar e ir à luta. Nada vem de graça. As conquistas materiais ocorrem na medida em que nos empenhamos para obtê-las. E quando paralelamente se cultiva uma espiritualidade os  bens materiais são vistos com outros olhos. Não somos donos de nada. Somos apenas mordomos. Olha só a responsabilidade. No momento, confesso, só tenho olhos para o livro W Crônica de um Tempo, que está sendo finalizado, e constato que tudo é realmente passageiro. As fotos revelam momentos que vivi e registrei em sociedade e bate, confesso, uma gostosa saudade. O W Crônica de um Tempo me permite sair da zona de conforto e gera alegria na vida das pessoas que nele estão focalizadas, algumas milhares delas. A cada dia que passa me reinvento e saio naturalmente do lugar comum. Durante algumas semanas continuo compartilhando as páginas do livro W Crônica de um Tempo com o intuito de gerar efervescência social. Confira. Recordar é viver! (WD)